Má Gestão atinge também as crianças em risco

Violência contra crianças

As crianças recolhidas pelo conselho tutelar estão sendo abrigadas longe das famílias, isso quando tem vaga nos abrigos conveniados da SEDEST.

De acordo com o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), o acolhimento tem que ser próximo da família para que a visita seja constante (Art. 100), mas por falta de vagas há duas semanas, as entidades conveniadas e os conselheiros enfrentam a luta de achar abrigos para acolher a demanda de crianças e adolescentes em risco, que cresce a cada dia no DF.

Em Samambaia, os conselheiros Assis Santarém e Abel Gramacho temem chegar o dia em que não conseguirão vagas na UNAC (Unidade Central de Acolhimento), que tem o prazo de 72h para providenciar o atendimento em algum dos 21 abrigos conveniados ao GDF . “Hoje estamos abrigando as crianças recolhidas em Sobradinho por falta de vaga nos abrigos mais próximos, o que dificulta a visita de familiares”, conta Abel Gramacho.

O sofrimento destas crianças acolhidas pelo Conselho Tutelar começa na hora do atendimento, em um local de pouca estrutura, sem adaptação para a infância, sem uma brinquedoteca que possa aliviar o trauma que as leva ao local: muitas vezes por agressão dos próprios pais; ou são vítimas de pedofilia e outros crimes.

“É importante que o DF cumpra o ECA”, fala o conselheiro Assis Santarém, que no momento da entrevista nos contava, comovido, as barbáris com que se depara todos os dias ao ver o estado em que as crianças chegam e não ter estrutura adequada para o atendimento.

Precisamos de mais abrigos, como o começo para a melhora da situação em Samambaia e em outras cidades do DF.

Cris Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s