Campanela sempre presente

magestao transporte

E para fechar o assunto da coletiva da imprensa realizada pela equipe do governador Rollemberg, não poderia faltar a presença do presidente do PPL Campanela, que é responsável por uma boa parte das mazelas do transporte público do DF, o campeão de greve e descontentamento.

Pergunta que ficou no ar: será que o ex-diretor do DFTRANS terá regalias para indicações no governo Rollemberg (PSB)?

Campanela foi entrevistado por um jornalista na coletiva, que fez a seguinte pergunta:

O senhor pretende assumir algum cargo?

O Presidente do PPL responde a ações do MP por uso indevido da máquina pública em favor das nominatas feitas para os candidatos do partido concorrerem a eleição de 2014 e também pelas mazelas causadas na sua gestão na frente do DFTRANS.

Cris Oliveira

Anúncios

Um pensamento sobre “Campanela sempre presente

  1. Sra. Cris Oliveira,

    Quanto à nota publicada em seu blog, sob o título “Campanella sempre presente”, gostaríamos de prestar os seguintes esclarecimentos:

    1 – A presença do presidente do PPL-DF à coletiva de imprensa do governador eleito se deu por conta de um convite que partiu da equipe do novo governo a todos os presidentes de partido que apoiaram Rollemberg no primeiro ou no segundo turno das eleições deste ano.
    2 – A sra. deveria, pelo menos, por uma questão de isenção jornalística, ouvir o Campanella sobre as “mazelas” no transporte público que atribui a ele. Lembramos que enquanto Campanella esteve à frente do DFTRANS não existia, longe disso, o quadro caótico que aí está, muito menos essas frequentes paralisações do serviço. E, lembramos, ainda, que as políticas macro do transporte sempre foram e são de responsabilidade da Secretaria de Transporte e não do DFTRANS, órgão resonsável pela gestão e fiscalização do sistema, e, no período em que Campanella esteve à frente do órgão, com todas as suas limitações de pessoal e orçamentaria, destamos apenas três operações que estiveram sob a responsabilidade direta dele: a intervenção na Fácil e a assunção da bilhetagem, antes nas mãos do cartél do transpote; o início dos procedimentos de combate às frudes na bilhetagem, inclusive no âmbito policial; e a intervenção em algumas operadoras privadas para garantir o serviço básico à população e o direito dos rodoviários que estavam saindo das antigas para as novas empresas do sistema.
    3 – Quanto à relação que a sra. faz da administração do Campanella com a sua ação política, informamos que Campanella acabou de ganhar na justiça, em caráter definitivo, uma ação movida contra ele de uso do DFTRANS para finalidades político-partidárias.

    Sem mais para o momento, agradecemos sua atenção e, por uma questão de justiça, solicitamos a publicação desses esclarecimentos.

    Higino França
    Vice-Presidente do PPL-DF

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s