“GDF, RESPEITE O POVO… E A POLÍCIA!”

ten poli

Ontem (3) o governador Rodrigo Rolemberg deu uma entrevista (foto) citando a redução dos índices de criminalidade no Distrito Federal.

Isso é ótimo! Afinal, desde o desastroso governo do PT e Agnelo que Brasília vive um caos na Segurança Pública jamais visto em nossa capital. Algo precisaria e precisa ser feito ainda para que a população sinta realmente a sensação de segurança.

No entanto sua assessoria esqueceu de alertá-lo de que o índice comparativo dessa redução se baseou entre FEVEREIRO de 2014 e FEVEREIRO de 2015.

Ora, evidente que se for utilizado esse comparativo, os índices terão obrigatoriamente que estar menores, afinal, no período citado pelo governador a Polícia Militar estava em plena Operação Tartaruga, a PCDF insatisfeita e os índices lá em cima. Aliás, onde estava o então senador nesse período? Não podemos esquecer de que muitos foram os convites em seu gabinete no senado para que apoiasse e intercedesse junto ao GDF acerca da situação que se encontrava a Segurança Pública em Brasília, em especial a Polícia Militar. Quantas vezes o senador compareceu a uma assembléia em frente ao Palácio do hoje algoz Agnelo Queiroz? Respondo: NENHUMA!

Todo morador de Brasília está torcendo para que nossa capital volte a ser como antigamente, mesmo que isso seja uma utopia em relação ao que a própria justiça tem conseguido protagonizar a esses marginais e delinquentes que tem sido os causadores de tanto mal na nossa cidade. A polícia prende, a justiça solta!

O efetivo extra disponibilizado e citado pelo governador de 590 policiais militares do serviço administrativo, 100 bombeiros e 60 agentes de trânsito não são frutos de “sobras”, mas sim de gente que foi retirada de suas funções antigas e estão sendo empenhados, em grande parte, em serviços extras sem remuneração, basta dar uma passadinha nos quartéis e conversar com alguns policiais.

Que o governo atual não faça como seu antecessor que menosprezou e subestimou os servidores da segurança pública de nossa capital. O preço pago foi alto, muito alto, alijando-o do segundo turno das eleições passadas. Hoje, igual a tantas pirotecnias que também foram praticadas no governo de Agnelo, um outro assunto foi mencionado, a famosa Reestruturação das Carreiras dos Policiais e Bombeiros Militares. Assistimos isso durante 4 anos e alguns meses (pois a promessa de Agnelo foi ainda em campanha) e findou-se o governo sem nada acontecer. Uma frase marcou essa entrevista e isso com toda certeza vai deixar dúvidas nos militares: “Ainda não há um prazo para o fim das negociações e a implantação das mudanças”. Isso pode gerar várias interpretações, afinal, gato escaldado tem medo de água fria!

Portanto, torna-se por demais importante que o governo entenda que o povo não é mais bobo e muito menos desinteressado nas causas da cidade, o que dirá a Polícia.

Então gdf, “Respeite o Povo… e a Polícia!”

Da redação\ Ten Poliglota

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s