Fornecedores da Saúde dependem de boa vontade de Rollemberg para receber atrasados. Recursos continuam investidos

fotos88

Durante 1º Fórum de Informações ao Fornecedor Secretaria de Saúde realiza Fórum para Informações aos Fornecedores

A Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) realizou na manhã de terça-feira (26/Mai) o 1º Fórum de Informações ao Fornecedor. O evento é a primeira de três edições, e acontece em duas etapas. A primeira para fornecedoras de medicamentos e materiais médicos/hospitalares. A segunda acontece nesta quarta-feira (27/Mai) às 9 horas, no Auditório Águas Claras, no Centro de Convenções de Brasília.

Na primeira etapa, estiveram presentes cerca de 200 empresas. Na ocasião foram repassadas informações sobre a estrutura de funcionamento da SES-DF e o trânsito dos contratos e pagamentos de fornecedores, além de responderem questionamentos por parte dos fornecedores.

O fórum foi supervisionado pelo subsecretário de Administração Geral (SUAG), Marcello Nóbrega e outros gestores da SES-DF. Na ocasião Nóbrega sugeriu “Nós queremos que os fornecedores entendam que a Secretaria está em um processo de evolução da transparência da informação e com interesse de resolver a crise do abastecimento no DF.”, afirmou ao responder questionamento de um fornecedor.

Um dos motivos para a realização do Fórum é que somente a SES-DF detém, sozinha, cerca de 40% dos contratos com fornecedores celebrados pelo GDF. Nesse percentual esta contido uma dívida de Restos à Pagar (RAP), proveniente do exercício anterior, de quase de R$  119 milhões sendo que pagou até o momento pouco mais de R$ 12 milhões e ainda faltam cerca de R$ 57 milhões a serem pagos. No entanto ainda de acordo com as secretaria, R$ 55 milhões foram cancelados, por não haver lastros financeiros (quando há emissão da Nota de Empenho superior a disponibilidade de recursos).

IMG_6798E os pagamentos?

Entre os principais questionamentos por parte dos fornecedores inscritos nos RAPs, estavam a dúvida se de fato a SES-DF deve efetuar os pagamento das e quando essas dívidas devem ser quitadas por parte daquele órgão.

Embora os recursos existam e estão investigo em contas-correntes, de acordo com Nóbrega a dívida será paga, porém apenas após o governador, Rodrigo Rollemberg (PSB), publicar Decreto autorizando os pagamentos aos fornecedores, “o que pode acontecer em Julho.”, afirmou.

Enquanto isso

Durante o Fórum Nóbrega explicou que a SES-DF é obrigada a pagar mais caro, com compras emergenciais, uma vez que as empresas se negam a entregar medicamentos e insumos, por estarem com os pagamentos em atraso. Mas o SUAG promete um multirão para os próximos dias,  no intuito de reabastecer as unidades de saúde.

No entanto, enquanto o Governador não tiver o bom senso de perceber que está gastando mais, quando poderia pagar os fornecedores, essas empresas devem permanecer no arrocho.

Karina Rosso, a salvadora da pátria

Para tentar acalmar os ânimos, quem se fez presente no Fórum foi a subsecretária de Fomento e Parcerias (SUPAR) da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano e Social (SEDEST), Karina Rosso, para apresentar aos empresários a possibilidade de se obter financiamentos por meio do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO). Uma das sugestões de Rosso é que os empresários possam ampliar os negócios, se tornando, por exemplo, produtores de medicamentos.

Fonte: Política Distrital

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s