Bom para mudar e ruim para organizar

rollandolero

Depois que tomou posse, o governador Rollemberg começou a fazer mudanças na estrutura da máquina governamental. Mudou burocraticamente as expedições de alvarás e projetos. Tentou mudar a estrutura das Administrações Regionais, mudou secretarias, mudou também as funções determinadas aos cargos no governo. Não muito satisfeito, aplicou o golpe do esquecimento na renovação dos contratos dos médicos das UPAS, o que resultou em fechamento de algumas, tudo para mudar o sistema na saúde para parcerias com Organizações Sociais.

Tantas mudanças feitas em 10 meses e ainda encontramos o GDF parado. O governador mudou, mas não conseguiu nenhuma mudança para o bom funcionamento da máquina. Com isso o quadro e a qualidade de vida do Brasiliense vêm mudando sim, mas para pior.

Temos um governo que mexeu com todas as Classes Sociais e não conseguiu sequer dar andamento a nenhum de seus projetos de campanha, o que vem frustando todo o eleitorado da cidade. Com a popularidade indo de mal a pior, Rollemberg,  que se candidatou várias vezes cobiçando o cargo alcançado, não mostra para que veio e o que fará de bom em seu longo mandato, pesado e dando a sensação de abandono.

Seus parceiros avalistas de campanha sumiram, não conseguem dar andamento às mentiras, que se resumem na frase mais usada pelo governador na campanha: O Apagão de Gestão.

Se tivéssemos adiado a posse do Governador Rollemberg no Palácio do Buriti, a mudança talvez poderia ter sido concluída.

Cris Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s