Samambaia, menina dos olhos de Roriz, aos 26 anos pede o ‘Velho’

sama

Na Sessão Solene realizada no CCI em comemoração aos 26 anos do aniversário de Samambaia, líderes e pioneiros celebraram o crescimento da cidade, conhecida como a menina dos Olhos de Roriz. A sessão foi dirigida pela vice-presidente da Câmara Legislativa, herdeira política do pai, o ex-governador Joaquim Roriz. Aliás, Liliane Roriz foi a única parlamentar que se prestou a aparecer na homenagem.

Pioneiros que apostaram na cidade pediram a continuidade do progresso de Samambaia, que vive hoje dez meses de total abandono refletido em assaltos, bocas de esgoto estouradas, calçadas quebradas e nenhuma expectativa de melhora pela Administração Regional, que mesmo tendo dado votos para eleger Rodrigo Rollemberg, sofre como as outras cidades por não ter um administrador com afinidade com a comunidade, dificultando melhorias e o próprio acesso da comuniadde ao seu gabinete de trabalho.

Rollemberg, mesmo prometendo eleição para as administrações, aplicou, após a eleição, o golpe do “não deu pra cumprir”, e vem seguindo a continuidade do sistema de entregar a vaga de administrador e os cargos comissionados para os deputados eleitos. Para Samambaia, claro, essa situação representa o fim antecipado da cidade, já que o parlamentar que indicou o administrador, eleito pelo colégio eleitoral patrocinado pela Igreja Universal, também não é bem quisto na cidade.

Entre muitas lembranças boas do passado e de governos anteriores, o povo lembrou não só das benfeitorias de Roriz, mas também da Vila Olímpica, que veio com governo José Roberto Arruda e é sucesso até hoje. A cidade também se vangloriava da melhora na saúde pública, com a Upa e clínica da Família que chegaram com o governo de Agnelo Queiroz. Aos poucos, porém, as conquistas se esvaem como água que escorre entre dedos.

As muitas reclamações são dirigidas ao governo Rollemberg, que além de não mostrar para o que veio, ainda vem deteriorando o patrimônio deixado pelos governos passados. Os pioneiros pediram a deputada Liliane Roriz que Joaquim Roriz, apareça no jantar em homenagem aos 26 anos de Samambaia, que será comemorado por aqueles que muito lutaram pela transformação do local, que deixou de ser chamado de assentamento e se tornou uma cidade com qualidade de vida, apesar das dificuldades cotidianas.

Quem também foi lembrado na sessão foi o ex-vizinho da cidade de Ceilândia, o vice-governador Renato Santana (PSD), que para alguns anda vivendo o glamour do cargo e se esquecendo de suas funções. Logo ele, que se colocava na campanha ‘gente como a gente’ e fez promessas não honradas. O povo, porém, por estar esquecido, não esquece de Renato, principalmente pelas dificuldades em que se encontram as entidades sociais, que sem condições de uso, foram fechadas. Para a comunidade de Samambaia, Renato Santana está na mesma linha dos políticos fanfarrões que fizeram e fazem história em Brasília.

O quadro é de lamúria. E, como diz um morador da cidade, é preciso saber por onde anda o deputado Júlio César, “que colocou aqui o sapateiro Claudeci para ser administrador de uma cidade que nem conhecia; é muita falta de respeito e hombridade para com a comunidade. Não pedimos que Júlio César nos representasse. Ele foi empurrado de garganta a baixo e tivemos que lhe engolir e a toda a sua equipe de despreparados. O tempo, porém, não para. E em 2018 não haverá espaço para churumelas. Será o ano da eleição dente por dente, quando o povo, arrependido, terá aprendido a lição e saberá escolher políticos de verdade na hora do voto”.

Cris Oliveira\notibras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s