Nomeações: Distrital se reúne com secretário adjunto de Gestão Administrativa do DF

veras

O deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT) iniciou a semana trabalhando em prol dos concursados do Distrito Federal. A luta pelas convocações é uma bandeira do parlamentar, que vem atendendo as categorias e batalhando pelas nomeações. Veras acredita que os servidores são imprescindíveis para o funcionamento do sistema público. “A luta dos que buscam uma vaga no serviço público é legítima. Não há dúvida de que as convocações vão sanar inúmeros problemas e melhorar os serviços da população do DF”, afirmou Veras.

Na última segunda-feira (15) o distrital compareceu à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) acompanhado da comissão de aprovados do Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF); representantes da categoria dos odontólogos, dos técnicos da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) e dos orientadores educacionais. A Seplag é responsável por coordenar as nomeações e analisar o impacto financeiro com base na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O secretário adjunto de Gestão Administrativa, Alexandre Ribeiro Lopes, e a subsecretaria de Gestão de Pessoas, Ledamar Resende, receberam os concursados e reforçaram a conjuntura atual do Distrito Federal. Ambos lembraram que o GDF ainda está acima do limite prudencial e só pode nomear concursados para substituir vacâncias decorrentes de exonerações. Além disso estão dentro da excepcionalidade da lei somente as áreas de saúde, educação e segurança.

Apesar disso, Veras afirmou que é preciso lutar pela contratação dos aprovados em todas as instâncias e, em último caso, judicializar. O distrital vai continuar acompanhando as categorias em prol das convocações.

Pleitos

Apesar das peculiaridades de cada categoria, o pleito é único: garantir as nomeações antes do prazo de validade do concurso expirar. Contudo, os aprovados das quatro categorias que acompanharam a reunião apresentaram suas principais demandas e informações sobre os concursos.

A principal preocupação dos aprovados do Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF) diz respeito ao vencimento do certame, que ocorrerá em 15 dias. Os representantes da comissão informaram que a última nomeação ocorreu em 2014 e, até o momento, nem 50% das vagas foram preenchidas.

Os orientadores educacionais reiteraram a importância dos servidores nas escolas, que atualmente sofrem com a ausência desses profissionais. Há professores interinos que executam o trabalho dos efetivos, mas não há orientadores em regime de contrato temporário. São 1055 aprovados e nenhum deles foi nomeado. O concurso ocorreu há um ano.

A comissão de odontólogos frisou a carência de profissionais e o índice de atenção bucal do DF, que segundo matéria publicada no Correio Braziliense em 07 de janeiro deste ano, é o pior do Brasil. Além disso a fila de espera para um simples atendimento é enorme e demora cerca de quatro anos para o usuário ser chamado.

Anna Cléa Maduro (Assessoria de Imprensa)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s