Segurança Pública: Cobranças da sociedade e dos parlamentares começam a pesar na fatura dos serviços mal prestados no Desgoverno II

o-ALBERTO-FRAGA-facebook

Literalmente o DF não mudou para melhor elegendo Rodrigo Rollemberg (PSB) e o morador da Ceilândia Renato Santana (PSD). A fatura dos serviços não prestados, ou mal prestados, vem aumentando nas costas da governança da Geração Brasília.

O que entrou na lista dos deputados federais Laerte Bessa (PR) e Alberto Fraga (DEM) foi a pasta da Secretaria de Segurança Pública. Com o aumento da estatística de assaltos em residências, e tantos outros crimes, que não aparecem na lista maquiada do desgoverno II, a segurança pública está também caótica. O deputado Fraga não cansa de usar as redes sociais para deixar claro que a segurança do DF tem dados manipulados, para causar a falsa sensação de segurança, o que não corresponde à realidade.

O fundo Constitucional, que garante a verba da segurança pública no DF, também passou a ser questionado. O deputado federal Laerte Bessa não cansa de falar nas redes sociais que o fundo vem sendo desviado. E manda o recado: “Rollemberg,  pare de desviar o fundo constitucional para outras áreas que não seja a segurança”.

Mas cadê o dinheiro do DF? Em que área ele se encontra? Já que o caos é visível e generalizado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s