Nos Bastidores da filiação do Senador Hélio José no PMDB

HELIO JOSE

O Senador Hélio José se filiou ao PMDB nesta terça (15), no evento de inauguração da nova SEDE do partido, na 503 Sul. Segundo fontes, muitas perguntas ficaram no ar com o discurso nada humilde do senador aos correligionários. O PMDB pode ser o coringa da vez, caso a queda da presidenta Dilma se concretize com o Impeachment. Alguns correligionários já contam com a posse do vice-presidente da República Michel Temer.

 

Mas em discurso, Hélio José frisou que estava ingressando no ninho Pmdebista com o aval da executiva nacional. E citou o presidente do senado, Renan Calheiros, o que deixou o clima meio constrangedor para os apoiadores do presidente do partido, Tadeu Filippelli. O Senador não deixou claro quem lhe convidou para o partido, mas fez questão de dizer que sua vaga para se candidatar ao senado em 2018 pelo PMDB foi garantida, e que o partido faz parte da base do governo Dilma sim, segundo fontes.

 

Quem ficou surpresa foi a parte boa da militância, que esperava uma limpeza do que restou da frustrante aliança de 2014 com o PT em âmbito nacional e local. Pergunta que não quer calar: Hélio José é da ala que apoia a Dilma no PMDB? Entrou no partido para frustrar os apoiadores de Michel Temer, que hoje pouco fala com a Dilma, evita debates e acredita que a cadeira será sua após o Impeachment? Hélio José será um futuro defensor de uma provável aliança do partido com algum da esquerda novamente, já que suas vertentes são petistas, e não esquecidas pelo Senador, que sempre relembra seu passado nos movimentos sindicais do PT, atitude normal, já que sua indicação como suplente no senado em 2010 veio do PT.

 

Legenda garantida no PMDB-DF é algo que ninguém tem. Filippelli fala pouco, como ele mesmo anuncia nas inserções do partido, porém sabe ser como manda a bíblia: prudente como a serpente, e tem seus delegados e indicados na executiva e zonais do partido.  Espere e verá: em 2018, vamos ver quem será o Senador Pmdebista.

 

O Senador Hélio José, suplente do governador Rollemberg, estava no partido do deputado Rogério Rosso, o PSD, onde sua estada acabou, mas a amizade com o deputado pupilo de Dilma Rousseff ainda é profunda.  Fato que deixa alguns Pmdebistas de pé atrás, já que Rosso foi um dos que largou o PMDB por não se adaptar ao sistema, mesmo sendo fruto de uma magnífica costura que o levou a ser o governador tampão do DF. Depois o senador fez uma visita no Partido da Mulher Brasileira e agora desembarcou do PMDB.

 

Cris Oliveira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s