Subcomissão de Fiscalização dos Jogos Olímpicos aprova plano de trabalho

Deputado Chico Leite destaca importância da transparência dos gastos do GDF com os jogos olímpicos e paralímpicos a serem realizados em Brasília este ano
chico leite.jpg
A Subcomissão de Fiscalização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Brasília realizou, nesta quinta-feira, sua primeira reunião sob o comando do presidente, deputado Chico Leite. Foi aprovado o Plano de Trabalho do colegiado, que tem o objetivo de fiscalizar e dar transparência aos gastos do governo do DF com os jogos olímpicos e paralímpicos a serem realizados em Brasília este ano.

Chico Leite defendeu que a realização dos eventos olímpicos e paralímpicos de 2016 é importante para o Distrito Federal, levando em consideração a geração de emprego e renda e o potencial legado, mas que é necessária uma fiscalização criteriosa dos investimentos públicos a fim de que os erros cometidos nos Jogos Pan-Americanos de 2007 e na Copa do Mundo de 2014 não sejam repetidos agora. “Sou um fiscal do povo e não vou medir esforços para que haja lisura e transparência no uso dos recursos”, destacou.

Entre os pontos do Plano de Trabalho aprovados hoje, estão a realização de audiências públicas com a participação da sociedade civil, das autoridades e gestores públicos, com a finalidade de apresentarem seus planos de trabalhos a serem desenvolvidos durante a realização dos jogos.

A Subcomissão também vai identificar, acompanhar e quantificar a aplicação dos recursos do Distrito Federal, para a realização dos jogos olímpicos e paralímpicos. “Outra ação é acompanhar e fiscalizar, com o auxílio do Tribunal de Contas (TCDF), a execução dos serviços de segurança, saúde e serviços médicos, coleta de lixo e demais serviços de sua competência, de acordo com o art.8º da Lei 5.556/2015”, destaca o deputado Chico Leite.

O grupo também vai acompanhar a execução orçamentária desses serviços, identificando com o princípio da economicidade art. 70 da Constituição Federal, e com o auxílio do Tribunal de Contas, os gastos com as obras de mobilidade urbana;

Também ficou decidido oficiar o TCDF, para que informe eventuais realizações de auditorias ou tomada de contas, bem como o encaminhamento de cópias dos documentos necessários; identificar a responsabilidade e a atribuição da Autoridade Pública olímpica; sistematizar as normas legais e atos que envolverem a realização dos jogos olímpicos e paralímpicos, dentre outros que serão necessários no decorrer do processo de fiscalização.

A Subcomissão vai, ainda, acompanhar e fiscalizar com o auxílio do TCDF a publicação de documentos técnicos, como os editais de licitação, os contratos e dados de empenhos e pagamentos que forem realizados pelo Governo do Distrito Federal, além de acompanhar e analisar as responsabilidades do comitê organizador.

As visitas e interação com as autoridades públicas serão comunicadas com antecedência ao presidente da Comissão de Fiscalização, Governança, Transparência e Controle, e serão realizadas preferencialmente nos dias em que não houver sessão deliberativa. “Para alcançar os objetivos, a subcomissão se reunirá quinzenalmente, para deliberar sobre as atividades a serem desempenhadas na próxima quinzena”, explica Chico Leite.

Os prazos e serviços podem sofrer alterações de acordo com as necessidades da Subcomissão de Fiscalização.

Gabinete do deputado Chico Leite
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s