Proposta de aumento do Fundo Partidário para 3, 4 Bilhões é IMORAL

 

mamando

O Brasil está em crise financeira, mas a falta de ética e de moral nos surpreende. O aumento do Fundo Partidário proposto pelo nosso Deputado Federal Rogério Rosso (líder do PSD na Câmara dos Deputados) é completamente imoral, considerando a dificuldade financeira em que vive o Brasil e os Estados brasileiros.

A proposta de aumento de R$ 3,4 Bilhões para o Fundo Partidário foi levada à discussão em reunião dos partidos que debatem a reforma política. Rosso (PSD) acha que sem o financiamento privado para as campanhas políticas, será necessário que os partidos políticos recebam aumento do fundo partidário para cobrir as campanhas eleitorais no Brasil.

Novamente o brasileiro entra pelo cano com os recursos públicos, que já não nos atendem, principalmente no serviço público de Saúde, cada dia mais sem condições de atendimento ao usuário. As corrupções existentes antes nas barganhas dos financiamentos de campanha feitos pelas empresas deixam de existir para dar lugar à corrupção legalizada por leis que financiaram as campanhas dos partidos e de seus caciques, provavelmente reeleitos, como sempre pelo poder do dinheiro, mas neste caso dinheiro público.

Vários pontos negativos e imorais estão estampados no aumento do fundo partidário. Um deles é o fortalecimento dos presidentes de partidos. O fundo fortalece as executivas dos partidos, que quase sempre são compostas por membros da parentela do presidente, o que vai contra o que rege o Art. 4° da Lei n° 9.096\1995.  No DF os partidos são assim. Outro ponto negativo é que o dinheiro de financiamento de campanha nunca chega aos candidatos de primeira viagem.

Por vantagens assim que cresce no Brasil o número de legendas partidárias. O fundo partidário é repassado para os partidos de acordo com o número da bancada eleita na Câmara dos Deputados, ou pelo número de filiados, no caso dos partidos que não têm deputados eleitos. Ou seja, os grandes partidos são os que lucraram com o aumento do fundo partidário.

Presidente de Partido Político consegue regalias e vantagens quase que como um prêmio da Mega Sena. No novo cenário, além de eleger, teremos que custear as despesas irresponsáveis dos partidos políticos, pagando as eleições daqueles que nada fazem para mudar o rumo do Brasil em qualidade de vida para os eleitores.

A falência do sistema político não muda porque só os políticos podem mexer e na verdade não é conveniente aos mesmos.

Partidos Políticos dão cria no Brasil como coelhos. Quando vamos respirar a verdadeira reforma política que precisamos?

 

Cris Oliveira

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s