Desgoverno confirmado

desgovernadores

O governador Agnelo (PT) foi taxado de desgovernador durante os dois últimos anos do seu governo. O título se deu porque o povo sentia que estava completamente sem comando, o que hoje podemos afirmar com o rombo de 2,1 bilhões de reais nos cofres públicos.

Segundo fontes, o governador e o vice fizeram uma pressão nos cofres públicos desordenada para conseguirem a reeleição, chegando a retirar recursos dos investimentos para garantir o pagamento da folha de funcionários contratados desordenadamente, contratos emergências que beneficiaram acordos de nominatas partidárias para alianças políticas nesta eleição, obras de grande porte sem o conhecimento e fora da necessidade do povo que esperava do governo ser atendido,como estava previsto em reuniões do programa orçamentos participativos que foram criados como fonte de publicidade “apenas”.

O que o povo espera é que não fique por isso mesmo. Um governo que pisou e sapateou no povo do DF tem que conhecer as penalidades previstas aos péssimos gestores públicos, conhecidos hoje como desgovernadores.

Cris Oliveira

Riacho Fundo I recebe futuro Senador

senador helio

O futuro senador que vai assumir a cadeira de Rodrigo Rollemberg (PSB), Hélio Lima (PSD), está começando a visitar as bases eleitorais para saber de perto os problemas das cidades. Nesta sexta feira (31), o senador Hélio esteve reunido com líderes da cidade do Riacho Fundo I na sede da Prefeitura Comunitária do Sucupira.

O grupo de lideranças colocou o senador a par das reivindicações da cidade. Estavam presentes na reunião os ex-candidatos da cidade que apoiaram o governador eleito, Milton Feliciano (PDT), Mario Blanco (PMDB), o conselheiro Claudio Castro e demais lideranças da cidade. O futuro senador deixou o gabinete à disposição da comunidade, e deixou claro seu compromisso com o social em todo o DF.

Cris Oliveira

Reunião entre Agnelo e Rollemberg marca início da transição

transição

BRASÍLIA (31/10/14) – No primeiro encontro com o governador eleito Rodrigo Rollemberg, o atual chefe do Executivo, Agnelo Queiroz, reafirmou que entregará uma cidade melhor do que a que encontrou no início de sua gestão e se colocou à disposição da equipe de transição. Durante a reunião, que foi realizada nesta sexta-feira (31), no Palácio do Buriti, foi decidido, ainda, que a Casa Civil e a Secretaria de Planejamento farão a coordenação executiva do trabalho durante esse período.
“Nós vamos dar total apoio para que essa transição seja a mais construtiva possível, de tal maneira que a partir do dia 1º o governo já comece em pleno funcionamento”, garantiu Agnelo Queiroz. Sobre as contas do governo, Agnelo ressaltou que trabalhará até o dia 31 de dezembro para entregar a cidade em condições melhores do que recebeu. “Vamos passar um grande superávit para o próximo governo. Só de obras assinadas e contratadas são aproximadamente R$ 25 bilhões”, acrescentou o governador, que estava acompanhado do vice-governador, Tadeu Filippelli, e dos secretários da Casa Civil, Swedenberger Barbosa, e do Planejamento, Paulo Antenor de Oliveira.

Durante o encontro, o governador eleito agradeceu a disposição de Agnelo Queiroz em realizar a transição de maneira tranquila e democrática. “Desde o dia da eleição, quando – Agnelo – ligou para me cumprimentar, disse claramente que forneceria todas as informações necessárias para que possamos tomar as decisões que considerarmos as mais adequadas a partir de 1º de janeiro”, afirmou Rollemberg.

Sobre a situação financeira o governador eleito disse que sempre há certa preocupação, mas que aguardará os dados oficiais das condições do Distrito Federal. “Formulamos um conjunto de perguntas sobre questões financeiras, sobre contratos que expiram no dia 31 de dezembro, para que possamos conjuntamente tomar as medidas para que não haja descontinuidade de serviços públicos fundamentais para a população.”

Rollemberg anunciou, também, que pretende utilizar o Centro Administrativo como nova sede do governo tão logo seja entregue. “O governador disse que vai entregá-lo até dezembro mobiliado e em condições de funcionamento. Foi um investimento grande feito pelo Governo do Distrito Federal e certamente nós vamos fazer com que a administração do DF se mude para lá.”

O futuro governador voltou a destacar que entre as principais medidas de sua gestão está a redução dos cargos comissionados, a criação do Conselho de Transparência e da mudança das regras para eleições das administrações regionais.

Fonte: Kelly Ikuma, da Agência Brasília

GDF quebrado e o kartódromo de R$ 1.576.285,48

dinheiro pelo ralo

foi publicado no Diário Oficial do Governo do Distrito Federal – DODF o Convênio entre a TERRACAP e a NOVACAP para a reforma de um Kartódromo no Guará no valor de R$ 1.576.285,48. Sabendo da “quebradeira” falta de orçamento do Governo do Distrito Federal que em alguns casos vem atrasando o pagamento de servidores, observamos que os Dirigentes do GDF são grandes entusiastas do automobilismo inclusive com a obra milionária do Autódromo Nelson Piquet que vem causando grande repercussão. Foi publicado na mídia que o futuro governador Rodrigo Rollemberg poderá receber um governo com uma dívida de mais de 2 bilhões de Reais e que terá grandes dificuldades para por em ordem as mazelas deixadas pela atual gestão. Abaixo os detalhes do Convênio firmado entre as entidades.

CARTODROMO
CARTODROMO

Pondo a colherzinha no Cafezinho alheio: Enquanto o futuro governador Rollemberg busca sanear e reduzir despesas com supérfluos, o atual governo que está em falta com setores como Saúde, Educação e Segurança continua a gerir de forma muito ruim os recursos arrecadados, gastando em obras desnecessárias a população.

Fonte:Blog do cafezinho

Apagando o fogo adversário

apagando o fogo

A polêmica da eleição dos administradores das cidades está no fim. Como foi visto em vários programas eleitorais, o candidato a governador do DF, hoje eleito, deixou claro ao adversário que no primeiro ano de mandato, escolheria o administrador entre moradores da cidade, e que logo após a eleição seria definida de forma programática a estratégia junto a deputados e comunidade para possibilitar a eleição dos administradores.

Infelizmente a oposição não assistia ou não prestava atenção no que era dito nos programas eleitorais, ou de má fé, estão aterrorizando os moradores das satélites. Alguns passam dias tentando ressuscitar ex-administradores que nada fizeram além de se beneficiarem.

Cris Oliveira

Em sintonia com a missão

delmasso

Foto: divulgação
Delmasso aposta no resgate do Legislativo

As articulações em torno da eleição para presidência da Câmara Legislativa continua roubando a cena na Casa. Enquanto alguns se candidatam ao posto outros ponderam o que querem, pensam e defendem os postulantes ao cargo. Eleito para o seu primeiro mandato o pastor Rodrigo Delmasso (PTN), o quinto mais votado com 20. 894 votos, acredita que o primeiro passo para a escolha do presidente é saber o que a Casa quer. “Queremos alguém que resgate a imagem da Câmara ou queremos um presidente que siga as orientações do Buriti,” questiona. Para ele, a missão da próxima legislatura é fortalecer o vínculo da Câmara com a população. A princípio, Delmasso não tem intenção de ocupar cargos no Poder Executivo.

Fonte: Alô Brasilia\ ONs e OFFs

Wasny, como pomba da paz, costura apoio a Rollemberg

wasny

Religioso de berço, Wasny de Roure (PT) costuma usar sua vocação ao sacerdócio para, em nome da sociedade, aparar arestas e apaziguar correntes conflitantes. Esse jeito de ‘pomba da paz’ do presidente da Câmara Legislativa voltou a aflorar nas últimas horas. Atuando como verdadeiro democrata, quer levar seus pares petistas a emprestar apoio ao governador eleito Rodrigo Rollemberg (PSB). Wasny entende que as urnas deram um recado duro. E quem for contra a vontade do povo, estará cavando a própria sepultura.

Fonte:Notibras

Tucanos fazem voo rasante sobre TSE e pedem uma auditoria na contagem de votos do 2º turno

aecio-neves-coletiva-bh-aberta

O PSDB apresentou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um pedido de auditoria especial no sistema de votação, apuração e contagem dos votos das eleições deste ano. A solicitação foi feita pelo deputado reeleito Carlos Sampaio (PSDB-SP), nesta quinta-feira (30).

Em nota oficial, divulgada no site do diretório estadual do partido em São Paulo, o PSDB afirma que possui “absoluta confiança de que o TSE cumpriu seu papel”, mas diz que diversas “denúncias sobre fatos ocorridos durante a votação” aconteceram no último dia 26 de outubro, data do segundo turno das eleições.

“Com a introdução do voto eletrônico, as formas de fiscalização, auditagem dos sistemas de captação dos votos e de totalização têm se mostrado ineficientes para tranquilizar os eleitores quanto a não intervenção de terceiros nos sistemas informatizados”, diz a nota.

Segundo o deputado, o pedido “nada tem a ver com o pedido de recontagem ou questionamento do resultado” das eleições, que deram a vitória para a candidata Dilma Rousseff (PT) na disputa pela Presidência da República. “É um pedido de auditoria no sistema, com o acompanhamento do TSE e de técnicos indicados pelos partidos, para evitar que esse sentimento de que houve fraude continue a ser alimentado nas redes sociais”, afirma o deputado.

O pedido, segundo o partido, pretende manter a confiança dos cidadãos brasileiros em suas instituições na democracia do País. “O que pretendemos com essa medida judicial é garantir que todo e qualquer cidadão também possa ter a certeza de que nossos representantes políticos são, de fato, aqueles que foram escolhidos pelo titular da soberania nacional: o povo brasileiro”, diz a nota oficial.

Fonte:Notibras

SINDATE-DF REALIZA ATO DE PROTESTO CONTRA O IADES POR FALTA DE INFORMAÇÕES SOBRE O CONCURSO DA SECRETARIA DE SAÚDE

sindate df

o Sindicato dos Auxilires e Técnicos em Enfermagem do Distrito Federal (Sindate-DF) realizará um ato de protesto em frente à sede do Instituto de Desenvolvimento Americano (IADES), no Guará II, por não divulgar a lista de aprovados em concurso público da Secretaria de Estado de Saúdeo do DF (SES-DF), realizado em setembro.
Os concurseiros que participaram das provas dos editais da SES nos dias 1, 14 e 21 de setembro, estão há mais de 30 dias sem conseguir obter essas informações por parte do IADES.

Dia: 3/11/2014
Horário: 10 horas
Local: Em frente ao IADES, QE 32 Conjunto C, Lote 2 – Guará II
Informações:
Jorge Vianna, Vice-presidente do Sindate-DF
Telefones: (61) 8139-1008 / 9909-1402

Delatores devolverão R$ 175 milhões desviados na Petrobrás

kind

O doleiro Alberto Youssef deverá devolver aos cofres públicos R$ 55 milhões até o fim dos processos abertos contra ele a partir da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal. A devolução do dinheiro e dos bens obtidos de recursos ilícitos faz parte do acordo de delação premiada que o doleiro firmou em troca de redução substancial das penas de prisão a que poderia ser condenado por desvios de verbas da Petrobras e de outras áreas da administração pública. Ontem, Youssef recebeu alta do hospital em Curitiba onde estava internado desde sábado e voltou para a prisão.
Até o momento, réus que decidiram colaborar com as investigações da Lava-Jato já se comprometeram a devolver aproximadamente R$ 175 milhões. O primeiro da fila da delação premiada, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, que confessou participar de um esquema de corrupção que envolvia políticos de PT, PMDB e PP, deverá devolver mais de R$ 70 milhões. Entre os valores a serem entregues por Costa estão US$ 23 milhões que ele teria recebido da Odebrecht, uma das empreiteiras com grandes contratos com a Petrobras. O dinheiro está bloqueado em contas bancárias na Suíça, e sua devolução aos cofres públicos depende apenas de medidas burocráticas.
Volume expressivo de dinheiro deve ser devolvido também por outros colaboradores, entre eles o executivo Júlio Camargo, da Toyo Setal, que também decidiu fazer acordo de delação premiada. Os valores que ele teria de devolver estariam em torno de R$ 40 milhões. Os recursos a serem recuperados até o fim do processo devem aumentar ainda mais caso algumas empreiteiras confirmem a intenção de fazer acordo de leniência. Emissários de empresas já fizeram sondagens sobre possível acordo logo na primeira fase das investigações, mas ainda não há decisão sobre isso.
Para o Ministério Público, novos acordos só deverão ser assinados em bases ainda mais duras.
– Não dá para fazer acordo de leniência com todas as empresas. Tem que ser acordos individuais com condições específicas – disse uma autoridade que acompanha o caso de perto.
As exigências do Ministério Público Federal para eventuais colaborações das empreiteiras seguirão parâmetros adotados em processos judiciais americanos. As empresas teriam que abrir mão dos lucros obtidos em contratos espúrios. Teriam ainda que pagar multa por danos morais. Em caso de não colaboração, as punições poderão ser ainda mais rigorosas. O Ministério Público deverá pedir pena de prisão de dirigentes envolvidos nas negociatas denunciadas por Costa e Youssef, além da proibição da contratação pelo serviço público.
No material em poder da PF e do MP constam contratos de falsa prestação de serviços, e os depoimentos de Costa, Youssef e outros integrantes da organização do doleiro que teriam participado das supostas fraudes. Entre os documentos aparecem ainda extratos de contas no exterior e detalhados relatos sobre a remessa de recursos ilegais para beneficiários do esquema em outros países.
Petrobras quer ouvir Costa
A Petrobras quer ouvir o ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa nas investigações internas abertas para apurar irregularidades nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, o Comperj. O pedido foi encaminhado ontem à Justiça Federal do Paraná, uma vez que Costa cumpre prisão domiciliar depois de ter sido beneficiado pela delação premiada negociada com o Ministério Público Federal. A estatal pede que Costa responda por escrito a 19 quesitos, na maioria relacionados a negócios da diretoria de Abastecimento.
A comissão interna da estatal quer saber quais assuntos foram tratados em reuniões feitas em Brasília, no início de 2006, às vésperas da aprovação do projeto Abreu e Lima, das quais participaram Costa, Renato Duque e o ex-presidente da estatal José Sérgio Gabrielli. Outra pergunta é sobre as razões de ter sido aumentado o valor do projeto, revisado para US$ 4 bilhões em dezembro de 2006.
O relator da CPI mista da Petrobras, Marco Maia (PT-RS), disse ontem que quebrar sigilos de empreiteiras envolvidas nas denúncias de Costa e Youssef pode não contribuir para o andamento da investigação no Congresso. Os integrantes da CPI chegaram a um acordo para prorrogar os trabalhos até 21 de dezembro, mas não há entendimento sobre novos requerimentos de acesso a dados sigilosos nem convocações.
– Aprovar quebras de sigilo pode ser inócuo. Não acho necessidade de novas quebras neste momento – afirmou. – Quebrar sigilo de empreiteiras de forma genérica talvez não contribua para o processo investigatório porque são informações generalizadas. São seis meses para chegarem os dados e uma loucura para analisar tudo – reiterou.
EBC/O Globo

Celina Leão representa contra Terracap e Novacap

celina leao

A deputada Celina Leão (PDT) protocolou representação no Tribunal de Contas (TCDF), na tarde desta quarta-feira (29), contra a Agencia de Desenvolvimento do Distrito Federal (TERRACAP) e a Companhia urbanizadora da Nova Capital (NOVACAP), pedindo a suspensão do convênio nº 71/2014 que trata da licitação para reforma do Autódromo Internacional Nelson Piquet.

“Precisamos elencar prioridades, uma despesa dessa não pode ser feita no final de um governo, isso precisa do aval do futuro governador e da população”, considera a parlamentar.

O valor previsto no edital, que foi lançado dia 26/10/2014 pela NOVACAP, é de R$ 251 milhões, no entanto a TERRACAP já repassou R$ 312 milhões para a NOVACAP, ou seja, R$ 60 milhões a mais, o que segundo a deputada, já indica indícios de futuros aditivos. Os envelopes para escolha da empresa vencedora do certame serão abertos no próximo dia 12 de novembro.

Para Celina Leão esta licitação vai gerar um alto endividamento, provocado pelo atual governo, inviabilizando a próxima gestão de arcar com esses compromissos.

“Essa licitação está sendo encaminhada para ser um Mané Garrincha II, que com reforma exigida pela FIFA, começou com gastos de R$ 600 milhões e terminou com R$ 2 bilhões. Agora a exigência é da FIA – Federação Internacional de Automobilismo, para que o Autódromo de Brasília receba a Formula Indy em 2015”, alerta a deputada. “Por isso estou pedindo o cancelamento do convênio e da licitação”, completa.

As exigências feitas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e pela Federação internacional de Motociclismo (FIM) tem o objetivo de incluir Brasília no calendário internacional de eventos automobilísticos e motociclÍsticos.

TERRACAP em crise

Em junho de 2013, um relatório do Conselho Fiscal da TERRACAP apontou a grande dificuldade financeira enfrentada pela empresa, que naquele ano teve um lucro de R$ 335 milhões e um passivo de R$ 1 bilhão. A recomendação do Conselho era de conter gastos e suspender doações. No entanto, a Agência continuou tomando medidas administrativas altamente prejudiciais à sua vida financeira, como contrato milionário de publicidade enorme quantidade de patrocínios e shows, reestruturação da empresa, além de doações descontroladas de lotes.

Fonte: Assessoria

Brasiliense vai ter duas caras novas no Senado no próximo ano

reguffe

Com a eleições de Rodrigo Rollemberg (PSB), como governador, e com o fim do mandato de Gim Argello (PTB), o Distrito Federal vai renovar dois terços das vagas a que tem direito no Senado a partir de janeiro. Dos parlamentares que estão na casa atualmente, o único que continua em 2015 é Cristovam Buarque (PDT).

No lugar de Rollemberg, assume o suplente Hélio José (PSD). Reguffe (PDT), eleito no pleito de 5 de outubro com 826,5 mil votos, entra no lugar de Argello.

Hélio José, de 54 anos, nasceu em Corumbá de Goiás (GO) e é servidor público federal. Ele concorreu para deputado distrital nas eleições deste ano, mas desistiu da candidatura no meio da campanha. Mesmo assim, obteve 6 votos, ficando à frente de Fátima Albuquerque (PRB) e de Glaucia (PV), que tiveram 5 votos.

Reguffe nasceu no Rio de Janeiro em 1972. Formado em jornalismo pelo Iesb e em economia pela Universidade de Brasília (UnB), ele é o mais jovem representante do DF no Senado Federal, com 42 anos.

Ele iniciou a vida política em 2005, quando se filiou ao PDT. No ano seguinte, foi eleito deputado distrital. Em 2010, Reguffe se elegeu deputado federal. Na ocasião, teve 266.465 votos, o equivalente a 18,96% do total de votos no DF, tornando-se o candidato com maior percentual de votos em uma unidade federativa no país.

Na Câmara, Reguffe abriu mão dos 14º e 15º salários, destinado aos parlamentares. Também não quis receber 80% da verba de gabinete a que tem direito. Em vez de 25 assessores parlamentares, ele pediu à Diretoria-Geral da Casa para trabalhar com apenas 9 assistentes.

Fonte: Notibras

Rollemberg eleito governador do DF

vitoria rollemberg

O Governador eleito Rodrigo Rollemberg (PSB) comemorou a vitória com seus colaboradores de campanha. Em discurso emocionado agradeceu o carinho e a confiança da população do DF e do seu vice Renato Santana (PSD), que por um gesto de simplicidade foi escolhido para a chapa como sinal de que Brasília será lembrada como um todo em seu governo.

Em meio a tantos agradecimentos à família, aos deputados eleitos, aos candidatos da coligação, aos coordenadores e militantes, o governador lembrou de fatos importantes como a elaboração de seu plano de governo em grupos temáticos, as mazelas por que passou Brasília com escândalos nacionais e a ineficiência do governo Agnelo.

“Nossa campanha foi limpa e inovadora. Chamamos a população para atuar como sujeito através das rodas de conversas: que começaram como simples olhos d’água até chegarem ao oceano da vitória.”, disse.

Após encerrar o discurso, o Governador eleito fez questão de sair no meio da multidão tentando abraçar todos. O vice-governador Renato Santana foi comemorar a vitória em Ceilândia com sua equipe de coordenação acompanhado de sua esposa Danúbia Neres.

Cris Oliveira

Celina x Vigilante: a luta continua de lados opostos

celina e chico vigilante

A deputada distrital Celina Leão (PDT) ficou reconhecida durante o governo Agnelo por sua luta contra as mazelas do desgoverno que marcou o DF. Em oposição ferrenha e como uma leoa, a deputada se dirigiu a Chico Vigilante com garras afiadas por várias vezes, para não ser abatida pelo sistema da governabilidade irresponsável imposto pelo governo do PT na capital do País.

E agora como será? Celina estará ao lado da governabilidade sendo parceira do governador do DF Rodrigo Rollemberg. E o deputado Chico Vigilante (PT) será a oposição? Ele mesmo deixou claro principalmente depois da divulgação do vídeo nas redes sociais em que chamou o governador eleito Rollemberg de covarde. O xingamento se deu devido ao material de campanha de Rollemberg distribuído na rodoviária por um grupo citado pelo deputado como militância do candidato. E usou a seguinte frase: “Quer radicalização? Terá radicalização”. Com um tom de oposição.

A deputada Celina Leão pretende continuar defendendo projetos importantes para a cidade, atuando em uma posição de governabilidade responsável, e não pretende atuar no executivo como secretária, pois quer dar continuidade à sua trajetória como parlamentar na CLDF, e quem sabe ser líder do governo na casa.

Cris Oliveira

Rogério Rosso, o visionário

rogerio rosso

O deputado federal Rogério Rosso, presidente do PSD, vai ficar conhecido na eleição de 2014 como ” o visionário”. Rosso, que indicou Renato Santana como vice-governador de Rollemberg, fez uma construção vitoriosa de dar inveja às grandes estrelas e aos estrategistas políticos do DF.

Cotado para ser o vice-governador pelo PSD, Rosso preferiu sair candidato a deputado federal, mas assegurou ao partido um tempo de televisão de ajudar em qualquer construção política. A vaga de vice-governador foi de Renato Santana, seu amigo de caminhadas políticas no DF. A atitude do deputado não agradou a muitos no começo, que achavam impossível um desconhecido morador de Ceilândia, originário de Brazlândia, chegar à sonhada cadeira de Vice-Governador do DF. Cadeira essa hoje ocupada por Tadeu Filippelli (PMDB) que tem uma tragetoria política de vários mandatos pela cidade.

Fato consumado, a vitória de Rollemberg e a histórica mudança política na cidade ficarão marcados pela queda de vários políticos estrelas. Para alguns a visão de Rosso ainda continua sendo indigesta, porém vitoriosa.

Cris Oliveira

Renato Santana divulga nota de agradecimento

renato santana vice
Agradeço primeiramente a Deus, nossa principal força, à minha família, amigos e ao Rogério Rosso por confiar tamanha responsabilidade em me indicar para representar o Distrito Federal como vice-governador pelo PSD.

Ceilândia e as cidades do Distrito Federal nos receberam com bastante carinho e com elas nos comprometemos em fazer um governo popular e participativo.

Percebemos o grande desgaste que o sistema político gerou nos sentimento das pessoas e é preciso com muita seriedade e trabalho resgatar as esperanças no servidor político que é escolhido pela democracia por intermédio do voto.

Muito obrigado pelos votos de confiança e de desejo por uma transformação positiva para cada cidade do Distrito Federal.

Renato Santana

Aécio Neves cita a Bíblia em debate na Globo: “Combati o bom combate”

aecio

No debate promovido pela Rede Globo nesta sexta (24), Aécio Neves surpreendeu a muitos ao encerrar sua participação citando a Bíblia e parafraseando o apóstolo Paulo, afirmar: “travei o bom combate, falei a verdade e jamais perdi a minha fé”.
Desde o segundo turno da eleição de 2010 os analistas políticos apostavam que o chamado “voto evangélico” poderia ser um fator determinante para a escolha de um candidato. Na época, Dilma tinha como aliados alguns líderes políticos e religiosos importantes como Magno Malta e Marco Feliciano.
Passaram-se quatro anos e o quadro é outro. Acumulando denúncias rotineiramente, o governo petista fez tentativas de tentar associar a imagem de sua candidata a lideranças evangélicas, mas sem sucesso. Logo no início da campanha visitou a Assembleia de Deus do Brás, em São Paulo, citando na ocasião a Bíblia: “O Estado brasileiro é um Estado laico, mas, citando um salmo de Davi, queria dizer que ‘feliz é a nação cujo Deus é o Senhor’”.
Além desse ramo da Assembleia, teve o apoio declarado apenas de pessoas ligadas à Igreja Universal do Reino de Deus.
Ao mesmo tempo surgiram pela primeira vez dois candidatos evangélicos a presidente. Pastor Everaldo e Marina Silva, que logo receberam apoio de diversos líderes religiosos. Marina chegou a citar a Bíblia para falar sobre a investigação de corrupção dos petistas da Petrobrás. Atacada constantemente, foi tachada pelos petistas de “fundamentalista” por causa de sua fé, voltou a citar a Bíblia, dizendo que “oferecia a outra face”.
No segundo turno, a grande maioria das lideranças evangélicas declararam seu apoio a Aécio Neves, incluindo Everaldo e Marina. Dilma reagiu, preparando uma ofensiva que incluía a distribuição de um folheto onde voltava a fazer as mesmas promessas que quebrou em seu primeiro mandato, referentes à união civil de homossexuais e ao aborto.
Possivelmente o mais surpreendente de toda essa campanha foram as manifestações dos evangélicos. Tanto nas redes sociais quanto nas pesquisas qualitativas, ficou evidente que embora a maioria tenha um perfil conservador (tendendo para Aécio agora), não votam “em bloco”.
Ou seja, mesmo com todos os alertas de lideranças sobre uma possível perseguição aos evangélicos caso o país se aproxime do ideal de governo defendido pelos petistas e da defesa de questões conflitantes com o que se prega nas igrejas não é possível ver ainda no Brasil um equilíbrio entre discurso e prática quando aspectos religiosos e políticos se misturam.
Fonte: Gospel Prime

Por falta de provas, relatório de Patrício que pede a cassação de Benedito é rejeitado na CLDF

patricio
Relatório do deputado Patrício (PT), na Comissão de Ética da Câmara Legislativa do DF, foi rejeitado ontem (23) por não ter ouvido todas as testemunhas arroladas pelos próprios membros, inclusive o próprio Patrício.
Nem mesmo o deputado Benedito Domingos (PP), alvo da investigação, foi sequer ouvido, o que caracterizou cerceamento de defesa. Além disso, o relatório de Patrício é praticamente uma cópia do parecer da Justiça.
Por outro lado, nenhuma testemunha ouvida pela Comissão falou que Benedito interveio em fraude de licitação para decoração natalina. Muitos disseram que nem o conheciam. Ou seja: Benedito foi absolvido por total falta de provas e por cerceamento de defesa.
Por outro lado, ficou explícito que o relatório de Patrício, ex-cabo do PM, não passou de uma ação pessoal contra Benedito Domingos.

Fonte: Donny Silva

Datafolha confirma Rollemberg com 57% e Frejat com 43% dos votos válidos

rodrigo pesquisa
Não houve variação em relação à última pesquisa
Levantamento do Datafolha divulgado no início da noite desta quinta-feira (23/10) mostra que o candidato do PSB ao Governo do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, continua com 57% das intenções quando considerados os votos válidos. Jofran Frejat (PR) manteve os 43% registrados na última pesquisa.
O resultado aponta Rollemberg com 47% e Frejat com 36% quando incluídos os votos brancos e nulos, que registraram 10%, e dos eleitores que não souberam ou não opinaram, com 7%.
Feita em 22 e 23 de outubro, a pesquisa ouviu 1.212 eleitores em todo o Distrito Federal. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo número DF-00087/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo número BR-001162/2014.

Fonte: Correio Braziliense

Agenda do candidato Rodrigo Rollemberg de 6a feira, dia 24/10:

rollemberg  aecio
9h – Caminhada pelo comércio de São Sebastião

10h50 – Caminhada no Paranoá

12h30 – Caminhada no Shopping Popular
Local: Ao lado da antiga Rodoferroviária de Brasília

14h30 – Encontro com representantes do Sindicato dos Professores do DF
Local: Comitê Central – SCS Quadra 04, ao lado das Lojas Americanas

15h – Conversas na Rodoviária do Plano Piloto
Ponto de encontro: Plataforma A

19h – Entrevista na TV Brasília