Desvio de função causa prejuízo aos cofres públicos

WELLINGTON LUIS

A coisa não anda muito satisfatória para o Governo Rollemberg no plenário da Câmara. O deputado distrital Welligton Luiz (PMDB) pediu explicações ao governador sobre o desvio de policiais civis para prestar serviços na Secretaria de Justiça.

Segundo o deputado, isso é inadmissível e o governador tem que esclarecer a razão dessa decisão em tempos de crise financeira, onerando a folha de pagamento do GDF. Apesar dos salários dos policiais civis serem pagos pela União, o desvio de função é descontado da fonte 100, que é paga com recursos do GDF.

A manobra causa prejuízo aos cofres públicos.

Cris Oliveira

Em tempo de vacas magras, até José do Egito é lembrado

deputado michel

O deputado distrital Dr Michel (PP) reafirmou o discurso do deputado Wellinton Luiz (PMDB), endossando que estamos igual José do Egito em tempos de vacas magras. O governador deixou o discurso dos iaaaa…(filosofia) e terminou anunciando o desvio de função dos policiais e o pagamento de 7 milhões que são feitos com recursos da União será transferido para a fonte do GDF.

Enquanto se joga fora por um lado, por outro a greve dos professores foi considerada ilegal e eles estão sem receber seus direitos. Dr. Michel sugeriu ao governador Rollemberg (PSB) que sente-se com quem entende do fundo constitucional, mesmo que tenha que ouvir deputados de oposição, pois fizeram parte da construção do fundo, como o deputado Chico Vigilante (PT), sugerindo sua indicação para Secretário de Fazenda.

Brincadeirinha à parte, a CLDF não está tão dominada como o Governo imagina.

Cris Oliveira

Rollemberg e o Retrocesso na máquina pública

????????????????????????????

O governador Rodrigo Rollemberg vem aplicando medidas rejeitadas pelo povo, e que garantem um verdadeiro retrocesso na máquina pública. Depois do pacote de maldades, uma das mais citadas é a extinção de algumas Administrações Regionais. É inviável que o povo tenha que resolver a situação. O governador prometeu eficiência e menos “burrocracia” no atendimento ao público, e agora esqueceu-se que os moradores não terão onde fazer suas reclamações e reivindicações de extrema urgência, e todo o benefício e proveitos que as comunidade e as cidade perdem dessa forma.

Tudo indica que o povo será chamado para opinar a respeito da redução das Administrações Regionais em audiências públicas realizadas pela CLDF. No projeto inicial de governo haviam vários gestores qualificados no assunto, e seguros das decisões de campanha, com discursos fantásticos nos programas eleitorais.

Porque o povo não foi chamado para opinar na polêmica votação dos aumentos dos impostos, o famoso “Pacote de Maldade”?

Cris Oliveira

Comissão de Assuntos Sociais aprova reuniões itinerantes

luzia de paula cldf

Ceilândia será a primeira cidade a sediar as reuniões ordinárias itinerantes da Comissão de Assuntos Sociais (CAS). O dia 18 de março será a data da primeira de uma série de reuniões da CAS nas regiões administrativas, conforme a decisão aprovada hoje (25), em reunião extraordinária da comissão.
A presidente da CAS, deputada Luzia de Paula (PEN), defendeu a proximidade dos trabalhos parlamentares com a população. “É importante envolver as pessoas nas tomadas de decisão sobre temas que estão ligados diretamente à comunidade”, afirmou.

A comissão aprovou também a realização de audiência pública para discutir a política social do DF, quando deverá comparecer o secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Marcos Pacco, para prestar esclarecimentos acerca do tema. “Para cumprir nosso dever fiscalizador, devemos ter conhecimento da política social do governo recém-instalado”, justificou o deputado Prof. Israel Batista (PV).

Luzia de Paula acatou sugestão do deputado Chico Leite (PT) de distribuir por sorteio os projetos aos relatores. Chico Leite argumentou que a distribuição aleatória evita o direcionamento na escolha dos projetos. Israel Batista, por outro lado, lembrou que esta é uma prerrogativa da presidência. Luzia de Paula aceitou o critério da distribuição aleatória por entender que “a democracia é um exercício constante”. Na condução do cargo, alegou que pretende “plagiar do papa Francisco a palavra servir”. Por isso, acrescentou: “Estou neste momento na CAS para servir”.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social da CLDF

Candangolândia recebe neste sábado Campeonato de judô Femeju.

JUDO CANDANGA

Neste sábado (28), acontece a primeira etapa do Campeonato de judô Femeju – 2015, evento realizado pela Federação Metropolitana de Judô com o apoio da Administração Regional da Candangolândia. O campeonato acontece no ginásio de esporte da cidade a partir das 8h.

O evento contará com a participação de mais de 30 academias do Distrito Federal e de outros estados. De acordo com o instrutor e organizador do evento, Professor Sobrinho, “várias equipes do DF e de outros estados irão participar da competição, é um evento aberto a toda comunidade”, concluiu.

Fonte:Assessoria
Confira a programação do evento

08h30 – Chupetinha
09h – Mirim
09h30 – Infantil 10h30 – Veterano
11h – Sub 13
12h – Sub 15
13h – Sub 18
14h – Sub 21
14h30 – Sênior

Serviço
Evento: 1ª etapa do Campeonato de judô Femeju de 2015

Dia: Sábado (28)

Hora: 8h

Local: Ginásio de esporte da Candangolândia

Informações:84656147/professor.sobrinho@gmail.com/ 3202-0033/www.judobrasilia.com.br

Administração do Guará se reúne com representantes do Levanta DF

P1150346

Operação vai agilizar os serviços de limpeza, tapa buracos, manutenção da iluminação pública entre outras demandas da comunidade

(Brasília, 25/02/2015) – Mais uma boa notícia para os guaraenses. Na manhã desta quarta-feira (25), a administração do Guará recebeu, a pedido do administrador Edberto Silva, representantes da Subsecretaria de Gestão das Cidades da Vice Governadoria do DF.

O encontro, que foi chamado de “reunião preliminar”, teve como objetivo o início do planejamento para a execução da operação ‘Levanta DF’ em toda a região do Guará e do SIA.

A operação Levanta DF, faz parte de um conjunto de prioridades estabelecida pelo o Governo do Distrito Federal, que visa atender as prioridades e demandas sugeridas pela população. Dentre essas demandas estão; os serviços de limpeza, tapa buracos, manutenção da iluminação pública, Departamento de Transito (Detran), CAESB e outros órgãos do GDF.

A próxima reunião com a Subsecretaria está agendada para o dia 4 de março, nela, será entregue um relatório com as principais demandas de serviços das duas cidades. Além do administrador Edberto Silva estiveram presentes na reunião; o diretor de obras da administração do Guará, Jorge Tenório, o secretário adjunto da Subsecretaria de Gestão das Cidades, Pedro Paulo e os assessores operacionais, Adilson Teixeira e Wanderson Lima.

Fonte: Assessoria

Educação e trabalho para ressocialização

funap dr

A convite da FUNAP, gestores da SEJUS visitam presídios do DF para conhecerem o trabalho de ressocialização da entidade.

Trabalho e educação, essas são as palavras que regem o trabalho da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso – FUNAP/DF. Há 28 anos a entidade desenvolve atividades sociais, para ressocializar a pessoa presa – disponibilizando acesso ao estudo regular e oferecendo oportunidade de trabalho dentro dos complexos penitenciários.

Na última terça-feira, 24, a FUNAP/DF – vinculada à Secretaria de Cidadania e Justiça – promoveu uma visita ao Centro de Internamento e Reeducação (CIR), para todas as subsecretarias e órgãos ligados à organização, para conhecerem as oficinas e fábricas dos presídios do DF. Atualmente, cerca de 1.100 mil reeducandos trabalham efetivamente para a FUNAP.

Compareceram à visita, o diretor do PROCON/DF, Dr. Paulo Márcio, o chefe do Centro de Inteligência Estratégica – CIE/SEJUS, Dr. Caio Guimarães, o assessor de gabinete do CIE/SEJUS, Gileno Santos, a Coordenadora da Gestão Estratégica, Sandra Quesado, o coordenador da Subsecretaria de Direitos Humanos, Dr. Leonardo Vieira, o técnico em Planejamento Estratégico, Dr. Wellerson Gontijo, e o coordenador de Engenharia e Projetos, Dr. João Leal.

No Centro de Internamento e Reeducação, os trabalhos tornam-se mais que passatempo, tornam-se aprendizado. Os reeducandos, que residem no local, produzem bolsas, blusas, estofados para cadeiras, colchonetes e bolas (futebol, futsal e futevôlei), além de cadeiras feitas com aros de bicicleta.

A fábrica bicicletária tem papel social. As bicicletas recicladas viram, nas mãos habilidosas do reeducandos, cadeiras de roda e poltronas. A FUNAP também disponibiliza oficinas de mecânica, estufa, marcenaria e serralheria. Atualmente, os reeducandos produzem 8 mil pães, diariamente. No Centro de Internação, também há área agrícola, com 100 mil mudas, de plantas típicas do cerrado, além de plantações.

Para a diretora da Fundação, Dra. Francisca Aires, o procedimento de trabalho eficaz que é realizado com os internos na penitenciária, é surpreendente. “Fico feliz e satisfeita em vê-los (os reeducando) trabalhando. A nossa missão é contribuir para a recuperação de todos eles e melhorar as condições de vida de cada um. A Fundação oferece trabalho ao interno, priorizando sua capacidade de aptidão, tendo como metas a autoestima, qualificar e capacitá-los profissionalmente e assim, ajudá-los nos interesses pelas atividades realizadas”, conclui.

Fonte: Assessoria

Deputado Izalci na lista das empresas suspeitas

izalci lucas

Dos 15 deputados escolhidos para apurar os desvios da Petrobrás, 10 receberam doações de empresas sob suspeita na Operação Lava Jato.

As doações foram feitas de forma indireta por meio dos partidos políticos, o que é uma manobra legal. A surpresa candanga na lista foi o nome do Deputado Federal Izalci (PSDB).

Veja a matéria na íntegra: : http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,deputados-da-cpi-receberam-r-1-9-mi-de-empreiteiras-imp-,1637806

Cris Oliveira

Celina Leão representa e Justiça bloqueia bens de Agnelo

celina leao renato

O bloqueio dos bens do ex-governador Agnelo Queiroz (PT), foi mais uma vitória da deputada Celina Leão (PDT), que representou no Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) e no Ministério Público (MPDFT), contra a reforma milionária do autódromo Nelson Piquet. À época da representação, outubro de 2014, a parlamentar afirmou que a apuração dos fatos que envolviam a reforma, “seria apenas a ponta do iceberg da farra com o dinheiro público”. Em novembro o TCDF determinou a suspensão da licitação, que já envolvia R$ 312 milhões, repassados pela Agencia de Desenvolvimento do DF (Terracap) para a Companhia urbanizadora da Nova Capital (Novacap).

“Minhas representações tem sido vitoriosas, como a da entrega do Centro Administrativo antes do término e contra a reforma milionária do autódromo, isso me motiva a continuar firme na fiscalização dos recursos públicos”, afirma Celina.

De acordo com a decisão do TCDF, a licitação ficaria suspensa até que a Terracap e a Novacap apresentassem todos os esclarecimentos necessários aos questionamentos elencados pela representação da deputada Celina Leão, juntando a documentação comprobatória. Ao final o relatório do TCDF apontou um sobrepreço de 30 milhões nas obras de reforma do autódromo.

Agora o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública do DF, Álvaro Ciarlini, determinou o bloqueio de bens do ex-governador Agnelo Queiroz e de mais quatro pessoas suspeitas de irregularidades na contratação de uma etapa da Formula Indy e na reforma do autódromo Nelson Piquet.

“A situação jurídica ora em análise mostra-se estarrecedora neste primeiro olhar. Não é fácil entender como, mesmo diante da situação de descalabro financeiro e orçamentário do DF, notadamente a partir do exercício de 2014, tenha sido iniciada a negociação da reforma do autódromo com previsão de gasto estimado de R$ 312,2 milhões, isso sem falar nas outras contratações subjacentes, todas em cifras milionárias”, diz o juiz Álvaro Ciarlini em trecho da decisão. No total, seriam gastos R$356,8 milhões, o que representaria 23% do total do patrimônio líquido da Terracap em 2014.

A deputada Celina Leão já alertava sobre a crise na Terracap. Em junho de 2013, um relatório do Conselho Fiscal da agência apontou a grande dificuldade financeira enfrentada pela Terracap, que naquele ano teve um lucro de R$ 335 milhões e um passivo de R$ 1 bilhão. A recomendação do Conselho era de conter gastos e suspender doações. No entanto, a Terracap continuou tomando medidas administrativas altamente prejudiciais à sua vida financeira, como contrato milionário de publicidade enorme quantidade de patrocínios e shows, reestruturação da empresa, além de doações descontroladas de lotes.

“A insistência nos gastos desenfreados e sem prioridades, mostra que o ex-governador apostava na impunidade. O bloqueio dos bens dos envolvidos dá uma resposta à altura, de que a justiça está atenta e vai cobrar a responsabilidade pela falta de cuidado com o dinheiro público, que já traz reflexos lamentáveis à população do DF”, considera a deputada.

Fonte: Assessoria

Na saúde…Sem gordura nada feito

prato vazio nao para em pé

Na Secretaria de Saúde, o “Mesmo do mesmo” continua a comandar com seu poder italiano. As cartas estão seguras nas mangas do médico amigo do ex-secretário Rafael Barbosa.

Segundo Fontes, as empresas que ainda não receberam os atrasados devem passar pelo crivo da antiga gestão permanente na SES-DF, que tem o menos pior condenado pelo TCU.

Sanguessugas continuam e com isso quem sofre é o povo, com o prato vazio e sem refeições nos hospitais.

Cris Oliveira

Educação fora das prioridades

greve

O ano letivo começa nesta segunda feira (23) comprometido pela dívida do GDF com os professores levando insegurança aos alunos, que não sabem como será o começo das aulas.

As escolas da capital do País não receberam manutenções nem reformas, apenas faxina. Pior do que maquiagem, o Governo Rollemberg começa a deixar sua marca; comprometendo o andamento de suas promessas de campanha, e que deixará cicatrizes.

O ano letivo já havia sido comprometido com o adiamento das aulas do dia 9 para o dia 23 de fevereiro. Por tudo isso, o governo vai enfrentar a greve dos professores já marcada para as 10h desta segunda-feira pelo SINPRO-DF.

A câmara legislativa aprovou no dia 18 a ARO, que trata da antecipação da receita orçamentária, empréstimo para a quitação dos débitos com os professores e os demais servidores públicos, mas o repasse ainda não foi feito.

Cris Oliveira

SIGGO pode deixar de ser polêmica

chico leite

Após vários vídeos gravados pelo deputado Chico Vigilante (PT) criticando a decisão do governo Rollemberg em não acertar os salários atrasados dos servidores da educação, o deputado Chico Leite está articulando na Câmara a convocação do atual secretário da Fazenda, o Tucano Leonardo Colombini, para que explique a polêmica do extrato do SIGGO (Sistema Integrado de Gestão Governamental).

Há uma desconfiança dos oposicionistas de que o DF esteja sofrendo Choque de Gestão velado e irresponsável. Isso vem causando transtornos que nos levam a lembrarmos do Desgoverno.

Cris Oliveira

você sabia?

caesb df

A Caesb terá de indenizar uma consumidora por demora no fornecimento de água. O 2º Juizado Especial da Fazenda Pública condenou a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal a indenizar a consumidora diante do não fornecimento de água em tempo razoável.

COM A PALAVRA, O TRIBUNAL:
APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO CIVIL E CONSUMIDOR. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS E MORAIS. CARTÃO BANCÁRIO CLONADO. ATIVIDADE DE RISCO DO BANCO. RESPONSABILIDADE OBJETIVA DA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA. SAQUES REALIZADOS POR TERCEIROS. DEMORA NO ESTORNO DOS VALORES INDEVIDAMENTE SACADOS. SALDO DA CONTA CORRENTE NEGATIVO POR LONGO PERÍODO. DANO MORAL CONFIGURADO. SENTENÇA REFORMADA.

1. As instituições financeiras respondem objetivamente pelos danos causados ao consumidor em virtude da má prestação do serviço, independentemente de culpa, com fundamento na teoria do risco da atividade (art. 14 do Código de Defesa do Consumidor).
2. A realização de saques indevidos na conta corrente de cliente, mediante fraude praticada por terceiros, gera o dever sucessivo de a instituição financeira compensar os danos morais, se não estorna os valores indevidamente sacados para a conta do cliente em tempo razoável e deixa seu saldo negativo e desprovido de numerário para as despesas usuais.
3. Recurso conhecido e provido. Unânime. (Acórdão n.845264, 20130110069165APC, Relator: FÁTIMA RAFAEL, Revisor: ANA CANTARINO, 3ª Turma Cível, Data de Julgamento: 28/01/2015, Publicado no DJE: 05/02/2015. Pág.: 130)

Fonte: Coluna Dentro da Lei

Servidores públicos do DF podem perder direito à licença prêmio

politica e o poder

Antes mesmo do Carnaval já corria a informação na Câmara Legislativa que um Projeto de Lei modificando a Lei Complementar 840, que é o estatuto dos servidores públicos do Distrito Federal, tinha sido enviado à Casa para análise dos parlamentares. Na última quinta-feira, em reunião com o Sinpro, o Secretário Adjunto da Secretaria de Gestão Administrativa negou estas mudanças nos direitos dos servidores.

Porém, em sua edição de hoje o Jornal de Brasília traz matéria onde reacende as suspeitas de que o Governo do Distrito Federal realmente avalia a possibilidade alterar o RJU, especialmente o direito à licença prêmio por assiduidade.

CLIQUE AQUI e leia a matéria do Jornal de Brasília

A situação é tão séria que até os deputados distritais, já sentindo a pressão, começam a questionar o Governo sobre estas possíveis mudanças. O deputado Renato Andrade levantou questionamento público sobre o assunto.

Na matéria os próprios representantes do GDF são contraditórios. O Subsecretário de Relações Institucionais nega a apresentação do projeto à CLDF, mas admite estudos internos sobre o tema. Já a subchefia de comunicação do Buriti nega até mesmo a realização de estudos sobre o fim da LPA. A verdade é que este tipo de “boato” não surge do nada e mais parece balão de ensaio do que conversa sem fundamento.

O fato é que o Arruda em seu auge de poder também tentou acabar com este direito, mas foi derrotado pela união de todas as categorias. A equipe econômica do Governo Rollemberg é formada de “técnicos” importados de Minas e São Paulo, cuja especialidade é a restrição e até a retirada de direitos dos servidores públicos. No Governo Arruda esta tentativa não deu certo. Com o novo Governo é previsível o extremo desgaste, pois haverá unidade entre as categorias para combater esta ou qualquer outra tentativa de retirada de direitos.

Vamos ficar de olho

.

Washington Dourado

No DF: Deputado vota contra o aumento de impostos distritais

chico leite

O Distrito Federal precisa de mais sorte. Depois da ‘Caixa de Pandora’ a população arcou com os custos. Agora, com a irresponsabilidade fiscal da gestão Agnelo, o atual governo responde com aumento de impostos
O deputado distrital defendeu um amplo debate com a sociedade antes da votação do projeto que aumenta impostos e cobrou a responsabilização dos gestores pela crise nas contas do governo.

A primeira reunião do ano da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Legislativa na terça-feira (10) foi marcada pela discussão dos projetos de lei do Poder Executivo que visam aumentar impostos e antecipar, via operação de crédito, a receita orçamentária do GDF. …Único integrante do colegiado a votar contra o projeto de aumento do IPVA, ITBI e ICMS o deputado Chico Leite classificou como um erro a aprovação das medidas sem que antes seja feito um amplo debate com a sociedade em audiências públicas, além de cobrar a punição dos responsáveis pelo déficit orçamentário no Governo do Distrito Federal.

Na avaliação de Chico Leite, a Câmara Legislativa precisa fazer uma ampla reflexão para que sejam responsabilizados e punidos aqueles que de fato são os responsáveis pela atual situação de desequilíbrio orçamentário e fiscal. “O Distrito Federal precisa de mais sorte. Depois da ‘Caixa de Pandora’ a população arcou com os custos. Agora, com a irresponsabilidade fiscal da gestão Agnelo, o atual governo responde com aumento de impostos. A população não pode ser novamente punida, arcando com os custos deste desequilíbrio,” defendeu.

Após a reunião da CCJ, o debate seguiu no Plenário da Casa. Mais uma vez, Chico Leite defendeu que antes da aprovação o Legislativo deveria promover o debate com a sociedade como forma de se buscar alternativas ao aumento de impostos.

“Precisamos deixar claro para a sociedade qual é o real estado das contas públicas antes de querer repassar a ela os custos de forma imediata,” ressaltou o parlamentar.

O deputado foi o primeiro a votar contrário ao pacote fiscal do GDF, tendo sido seguido por outros quatro parlamentares. A matéria terminou aprovada por 12 votos favoráveis, cinco contrários e sete ausências.

Fonte: Por Chico Leite, deputado distrital

Filippelli dá o troco e prepara a cama para Robério Negreiros

roberionotibras-300x200

Robério Negreiros (PMDB) deve ser o primeiro deputado a ter dores de cabeça no Conselho de Ética e na Corregedoria da Câmara Legislativa. Pesam contra o intrépido parlamentar suspeitas de quebra de decoro durante a última campanha eleitoral, atingindo diretamente seus colegas Agaciel Maia (PTC) e Chico Vigilante (PT). Quem está alimentando o assunto é o ex-governador Tadeu Filippelli, presidente regional do PMDB, de cuja cadeira Negreiros quer se apossar a todo custo.

Fonte: Notibras

Bancada gay lança projeto de lei para proibir casamento de evangélicos

frenteparlamentar_gwyllis_ta_16_05_11_new-640x426

A bancada gay de deputados, liderados por Jean Wyllys, resolveu contra-atacar a bancada evangélica e lançou o projeto de lei que visa proibir casamentos entre evangélicos. Se aprovado, evangélicos não poderão se casar entre si. Segundo o deputado Rodnelsen Madrigal a medida é justa: “Eles são contra o casamento gay, então nós também somos contra o casamento evangélico. Evangélico não tem condições de criar um filho, olha no que dá, nascem coisas como Silas Malafaia e Marco Feliciano.”

A medida é polêmica e se aprovada poderá anular, inclusive, os casamentos evangélicos já realizados até agora. Para o pastor Álisson Amorim, a tentativa é absurda: “Eles não podem anular, pois para nós, o sexo só é permitido dentro do casamento e se for anulado, significa que nós não estávamos casados, ou seja, estávamos fazendo sexo fora do casamento com a própria esposa, logo estávamos em pecado!”

Fonte: http://sensacionalista.uol.com.br/

Professores iniciam trabalhos para ano letivo no sistema prisional do DF

ROB_4443

Nesta quinta-feira (19), a Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (FUNAP) – vinculada à Secretaria de Justiça e Cidadania (SEJUS-DF) – realizou no auditório do Ministério Público Militar (MPM) uma recepção de boas-vindas aos 60 professores de educação prisional, da Secretaria de Educação.

A cerimônia contou com a presença de diversas, entre eles os secretários de Educação, Júlio Gregório e de Justiça e Cidadania, João Souto; o líder do governo, deputado distrital, Raimundo Ribeiro (PSDB); os subsecretários de segurança pública, João Carlos Lóssio, e Educação Básica, Gilmar de Souza Ribeiro; e o professor de educação para jovens e adultos, Eloísio Rodrigues da Costa.

O professor de história, Francisco Rocha destacou a importância da iniciativa na ressocialização dos detentos. “É um desafio gratificante poder trabalhar com pessoas que perderam a oportunidade de se formarem. Acima de tudo, essas pessoas acreditam na mudança, tanto das condições em que vivem agora, quanto na melhora de vida em longo prazo, longe do crime.”, ressaltou o professor.

Para a diretora executiva, Dra. Francisca Aires, o trabalhado dos professores é de extrema importância e digno de admiração. “Os educadores acreditam na ressocialização do ser humano e contribuem para a inclusão social dos reeducandos, desenvolvendo seus potenciais como indivíduos e cidadãos. É um trabalho bonito de se vê. Por isso, admiro esses profissionais”, conclui.

A Funap-DF em parceria com a Secretaria de Educação atende atualmente 1,3 mil reeducandos do sistema prisional do DF, que terão aulas com início previsto no próximo dia 23. Serão oferecidas as disciplinas básicas do ensino fundamental e médio (ciências da natureza, ciências humanas, ciências exatas e linguagens).

Fonte: Assessoria

Política seria algo fascinante, se não fosse trágica

RATOS PETISTAS

Quando achamos que já assistimos de tudo na política, somos presenteados com a notícia do ex-governador Agnelo dando chiliques para ficar no PT.

Vamos analisar: que graça teria para Agnelo ficar no PT, se a tendência é que ele fique inelegível por causa das improbidades administrativas que cometeu como gestor do DF?

Já para o PT, se livrar do pior governador do Brasil seria uma solução para amenizar a bandidagem cometida no DF.

No entanto, o Titanic chamado PT está por um fio, e pode ser que marque a história do Brasil, novamente, com um IMPEACHMENT da Presidente Dilma.

O que Agnelo poderia dizer a respeito dos dirigentes petistas para nos surpreender? Nada. A não ser que ele também tenha apoiado o mesmo do mesmo no 2º turno. Só falta ele… Tudo é possível.

A política é fascinante ou é trágica para o povo Brasileiro?

Cris Oliveira