Implantação das OSs – TCU, TCDF e o Governo de Brasília

rr3

Esta semana, após o encontro dos Blogueiros do DF com o Governador Rodrigo Rollemberg, o assunto da implementação das OSs na Saúde Pública foi levantado em debates nas redes sociais e na mídia.

 

Para o Governador Rollemberg (PSB), as OSs passaram a ser a saída para ampliar a assistência aos pacientes da rede pública hospitalar do DF, como forma de fugir da lei de responsabilidade fiscal e poder contratar e gerenciar alguns setores da saúde por meio da parceria. O Governador e sua equipe se respaldam na decisão do TCU, favorável em relação a implementação de OSs e também no STF.

 

Para o Presidente do TCDF Renato Rainha, o TCU não anula o parecer do Tribunal de Contas do DF, que é o órgão responsável por fiscalizar os gastos distritais com Saúde. O TCDF não é subordinado ao TCU. Rainha dá sinais de se posiciona completamente contrário à implementação das OSs no DF, e acha que com ou sem parcerias, o que falta na saúde é gestão e eficiência. 

 

Renato Rainha lembra que quem deu poderes para o TCDF se portar assim foi a Constituição Brasileira, deixando claro que não existe parecer contrário à implantação das OSs no DF, ainda. Aliás, o TCDF nunca deliberou sobre este assunto, disse o presidente, que para muitos é um futuro candidato ao cargo de Governador, por estar sempre ocupando o lugar de protetor dos recursos e das contas públicas, fiscalizando com veemência o poder executivo.

 

O TCU é responsável pelos gastos feitos com recursos federais, mas o Rollemberg se respalda também em decisões  do STF.

 

O importante é lembrar que o povo, que paga impostos, está completamente prejudicado com a péssima qualidade da Saúde Pública, e espera o consenso das autoridades para uma possível solução, de preferência a curto prazo. Para se ter ideia da situação, o Goiás (que era tachado de usar nossa estrutura hospitalar) hoje atende os pacientes do DF nos hospitais do Entorno de Brasília. Ou seja: o mundo dá suas voltas e deixamos de ser referência.

 

Cris Oliveira

Campanha de multivacinação é feita em 123 postos de saúde

São 14 vacinas que previnem febre amarela, poliomielite, sarampo e caxumba, entre outras doenças. Saiba a localização dos postos

JADE ABREU, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

vacinacao

Com o objetivo de imunizar crianças e adolescentes de até 19 anos, foi iniciada nessa segunda-feira (19) campanha nacional de multivacinação, promovida pelo Ministério da Saúde. São 14 vacinas, que podem ser aplicadas em 123 postos da rede pública de Brasília até o dia 30 de setembro. O horário de funcionamento é das 7 às 13 horas e das 14 às 18 horas, de segunda a sexta.

Neste sábado (24), excepcionalmente, todos os postos serão abertos para o Dia D da vacinação para facilitar a ida das famílias. A Secretaria de Saúde tem 335,9 mil doses, enviadas pelo Ministério da Saúde.

A ação envolve 14 vacinas: dupla adulto (tétano e difteria); DTP (difteria, tétano e coqueluche); febre amarela; hepatite A; HPV; meningocócica C (meningite); pentavalente (sarampo, rubéola, difteria, coqueluche, hepatite B, pneumonias, meningite, rotavírus e poliomielite); pneumo 10 (pneumonia, meningite, otite); rotavírus; varicela; VIP (poliomielite injetável); VOP (poliomielite oral); tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola); e tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela).

Crianças e adolescentes podem receber todas as vacinas, exceto a de HPV, que é para meninas de 9 a 13 anos, mas elas só serão aplicadas se não estiverem em dia na caderneta de vacinação. Por isso, é importante levar o documento.

Veja quais são os postos de atendimento para a multivacinação.

EDIÇÃO: GUSTAVO MARCONDES

Fonte: Agência Brasília

“Bronzeamento no DF precisa de regras”, propõe Bispo Renato

bispo-renato-andrade
Na última quarta-feira, 14, dezenas de veículos da imprensa noticiaram a morte de Nara Farias Preto, 20 anos, após uma sessão de bronzeamento em uma clínica clandestina na Asa Sul. O trágico incidente despertou a necessidade de reforçar regras e acrescentar sanções aos infratores. Para tal, o deputado Bispo Renato Andrade protocolou o Projeto de Lei nº 1262/2016, com o objetivo de estabelecer normas para o serviço no DF.
Segundo o parlamentar, é importante relembrar que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, já proíbe o bronzeamento artificial no país. “Mesmo com a proibição, desde 2009, muitas clínicas foram flagradas oferecendo o serviço. Por isso, nada mais razoável do que acrescentar à norma vigente uma punição em forma de multa”, explica, complementando que o projeto sugere penalidade no valor de R$100 mil por equipamento em situação irregular.
“Além disso, é necessário criarmos regras também ao bronzeamento natural, que apesar do nome, utiliza produtos que aceleram o resultado, muitas vezes, sem as devidas precauções”, acrescenta Bispo Renato, exemplificando com o caso da jovem Nara e esclarecendo que a proposição não proíbe o serviço, mas traz uma série de regras que tornam a atividade segura do ponto de vista sanitário.
Entre as normas sugeridas no projeto de lei, estão a hidratação adequada do consumidor, o acompanhamento de profissional da saúde no sentido de orientar quanto ao tempo de exposição ao sol, alimentação de acordo com padrões nutricionais, apresentação de atestado médico e o cumprimento do horário indicado para o serviço.
Atualmente, mais de 800 produtos de aceleração para o bronzeamento são registrados pela ANVISA, mas a Sociedade Brasileira de Dermatologia adverte que, mesmo estes produtos regulamentados pelo órgão, devem ser utilizados sob prescrição médica.
O projeto de lei já foi lido em plenário e agora tramita nas comissões da Câmara Legislativa.
 
 
Assessoria de Comunicação

Governo realiza ações de conscientização no Dia Mundial sem Carro

dmscimagem-01

Nesta quinta-feira (22), a Secretaria de Mobilidade, em parceria com diversos órgãos do governo de Brasília, realizará uma programação para os brasilienses em comemoração ao Dia Mundial sem Carro. O local escolhido para celebrar a data será o estacionamento da quadra 6 do Setor Comercial Sul, que receberá oficinas para ciclistas, food trucks e apresentações tecnológicas. As atividades começarão às 8 horas e seguirão até as 22 horas.

A data, comemorada em diversas cidades do mundo, tem como objetivo estimular a reflexão sobre o uso excessivo do automóvel para a mobilidade, bem como propor que as pessoas utilizem, pelo menos nesse dia, outros meios de transportes, e possam experimentar o deslocamento pela cidade sem utilizar veículo próprio.

O estacionamento da quadra 6 do SCS será fechado a partir das 16h do dia 21 de setembro e, para chegar até o local, o usuário poderá ir de carro até o estacionamento 13 do Parque da Cidade e pegar a linha 109.7 da Viação Piracicabana. Dois ônibus estarão disponíveis para a população de 7h30 às 22 horas e passarão a cada 20 minutos com tarifa de R$ 2,25.

Quem passar pelo local também poderá aproveitar atrações da quinta cultural com food bikes, bandas de MPB e pop rock, estandes com atividades educativas, ônibus da mulher, empréstimo de bicicletas, exposição de feira orgânica e uma área para a Ouvidoria do governo de Brasília.

Dia Mundial sem Carro

Data: 22/9/16 (quinta-feira)

Horário: das 8 às 22 horas

Local: Estacionamento da quadra 6 do Setor Comercial Sul, próximo à via W3.

 

Rollemberg recebe Blogueiros e tira dúvidas a respeito da implantação das OSs na Saúde do DF

foto-da-materia-2

Na manhã desta terça dia 20, o Governador Rodrigo Rollemberg (PSB) recebeu os Blogueiros do DF para um bate papo e tira dúvidas no salão nobre do Palácio do Buriti.

O Governador abriu o encontro agradecendo os blogueiros pelo trabalho realizado pelos Blogs do DF, principalmente na divulgação das ações do Governo de Brasília, e fez uma explanação do que o Governo já realizou e do que ainda está em andamento na Gestão a curto, médio e longo prazo.

Com um ar de não ter esquecido como o Governo se encontrava quando ele assumiu, Rollemberg fez questão de relembrar que na CAESB, por exemplo, o Governo de Brasília investiu em 2015 e 2016, o que o governo passado ( Agnelo e Filippelli) não investiu em quatro anos de sua gestão.

Entre perguntas e respostas, o Governador afirmou ter preferência na implantação das Organizações Sociais na Saúde Pública do DF. Para Rollemberg, essa é a única forma que o Governo tem hoje de suprir as necessidades dos pacientes em espera de atendimento na rede pública, já que a lei de responsabilidade fiscal o impede de fazer contratações.

Outro ponto interessante exposto pelo Governador é a questão dos concursos públicos para médicos. No último concurso apenas 30% dos aprovados assumiram as vagas, o que dificulta o atendimento.

Um risco citado e não avaliado ainda pelos que apenas criticam e não conseguem explicar o porquê de serem contrários à implantação das OSs, já com aval do TCU e do STF para implantação, é o fundo de aposentadoria dos servidores da saúde, que segundo o Governador ficará cada dia mais em risco por causa das contratações na saúde, o que pelas OSs não aconteceria, já que os contratados recebem pelo INSS.

Para Rollemberg, as OSs instaladas nas UPAS fariam o trabalho mais paliativo e preventivo, como era executado na época do programa saúde em casa, programa implantado por uma organização social – o Instituto Candango.

O governador atendeu a todos os Blogueiros com muita paciência e tranquilidade. Respondeu perguntas e se mostrou simpático à mídia digital, que hoje vem atingindo um número de leitores cada vez mais expressivo.

 

 

Cris Oliveira

 

 

 

Mulheres do DF ganham botão do pânico para acionar PM contra violência

mulher-celular

Por meio de um aplicativo, vítimas de violência poderão pedir ajuda assim que se sentirem ameaçadas pelos seus algozes. Somente nos seis primeiros meses deste ano, 6.855 ocorrências relacionadas à Lei Maria da Penha foram registradas na capital do país

As vítimas de violência doméstica no Distrito Federal terão um aliado tecnológico na luta para manter seus algozes bem distantes. Elas poderão acionar um aplicativo de celular, chamado de “Botão do Pânico”, todas as vezes que se virem ameaçadas pelos seus agressores. Clicando o dispositivo, imediatamente acionarão a Polícia Militar em busca de socorro.

A medida, já adotada em outros estados, como o Espírito Santo, onde é aplicada desde 2013, começa a sair do papel na próxima segunda-feira (12/9), quando a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social assina um protocolo de intenções para a implantação do Sistema de Segurança Protetiva no DF. Além da PM, são parceiras do projeto a Polícia Civil, o Ministério Público e o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, que vai determinar quais as mulheres devem receber o aplicativo nos celulares.

A princípio, cem vítimas de violência doméstica que estão sob as chamadas medidas protetivas de urgência, previstas na Lei Maria da Penha, participarão, entre outubro e dezembro, do projeto-piloto de implantação do sistema do aplicativo, desenvolvido pela própria Secretaria de Segurança, e que por isso terá custo zero para os cofres públicos. Em dezembro, o projeto será avaliado para que se saiba de que forma ele será aplicado em definitivo.

Prioridade no atendimento
De acordo com a Secretaria de Segurança, o chamado da mulher por meio do aplicativo aparecerá com prioridade nas telas da Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade), que recebe as ligações do 190, da PM. Ou seja, ela vai “furar” a fila de outros chamados. A Ciade acionará o batalhão da área, que imediatamente deverá deslocar uma patrulha para o local do chamado.

Haverá duas regras para o uso do aplicativo. A mulher que for usá-lo terá que preencher um termo de responsabilidade, e em hipótese alguma o agressor poderá saber que ela está usando o aplicativo.

Já está sendo estudada uma solução para os casos em que o celular da vítima for incompatível com a tecnologia do aplicativo. Uma possibilidade é que o DF compre aparelhos com o dinheiro arrecadado em transações penais, quando a pena de um condenado por crimes de menor potencial ofensivo é pagar um determinado valor.

Estatísticas alarmantes
No Distrito Federal, segundo dados da Secretaria de Segurança, somente nos primeiros seis meses deste ano, foram registradas 6.855 ocorrências policiais com base na Lei Maria da Penha. No mesmo período do ano anterior, foram 6.944 registros.

“As regiões administrativas com maior número de registros no período de janeiro a junho deste ano foram Ceilândia, com 17,2% dos casos; Planaltina, com 7,9%; e Samambaia, com 7%. Os dados são absolutos e não permitem afirmar que essas regiões administrativas são mais violentas do que outras.”

As estatísticas, porém, podem ser bem maiores. De acordo com a Secretaria de Segurança, a violência doméstica é um dos crimes mais subnotificados. Isso porque muitas vítimas ainda têm medo de denunciar seus algozes.

Segundo a Secretaria de Segurança, 30,22% das ocorrências são relacionadas a ameaças sofridas pelas vítimas. Já a injúria aparece relacionada em 28,72% dos registros feitos nas delegacias do DF. Na maior parte das ocorrências, há outros dois ou três crimes associados à Lei Maria da Penha.

Feminicídio
O levantamento mais recente da Secretaria de Segurança aponta que, de janeiro a junho deste ano, foram registradas 11 ocorrências no Distrito Federal. O crime é uma modalidade de homicídio qualificado cometido contra a mulher, seja por discriminação à condição de ser mulher ou por violência doméstica e familiar. (Com informações da Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social)

Márcia Delgado – Metrópoles

Pró-DF é reformulado para estimular a economia local

Mudanças no programa dão oportunidade para a regularização de 3 mil empresas em Brasília. Portaria que altera regras foi assinada na noite desta quarta-feira (31), em cerimônia com a presença do governador Rodrigo Rollemberg

SAULO ARAÚJO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

A regularização de empresas endividadas e a criação de empregos são medidas importantes para a retomada do crescimento econômico do Distrito Federal. Para atingir esses objetivos, o governo de Brasília decidiu reformular e desburocratizar o Programa de Apoio ao Empreendimento Produtivo do Distrito Federal (Pró-DF), que reúne 3,7 mil micro e pequenos empreendimentos na capital do País.

O secretário de Economia e Desenvolvimento Sustentável, Arthur Bernardes, assinou a portaria que estabelece o novo modelo de gestão do Pró-DF

O secretário de Economia e Desenvolvimento Sustentável, Arthur Bernardes, assinou a portaria que estabelece o novo modelo de gestão do Pró-DF. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Na noite desta quarta-feira (31), o secretário de Economia e Desenvolvimento Sustentável, Arthur Bernardes, assinou a portaria que estabelece o novo modelo de gestão doPró-DF. “O que estamos fazendo é buscar mecanismos no governo para que o empresário possa, de fato, criar emprego e renda, ajudando o DF a superar a turbulência econômica que atinge todo o País.”

O evento ocorreu no Ginásio Poliesportivo Serejinho, em Taguatinga, com a presença do governador Rodrigo Rollemberg. Ele destacou que o principal foco do programa será a promoção do desenvolvimento na cidade. “A reformulação do Pró-DF vai permitir que empreendedores em dificuldade retomem suas atividades, o que vai movimentar a economia e aumentar a criação de emprego”, disse o governador.

“A reformulação do Pró-DF vai permitir que empreendedores em dificuldade retomem suas atividades.”Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

As mudanças devem fomentar a economia local, desburocratizar a relação do Estado com os inscritos no programa e melhorar o ambiente de negócios no DF. Uma das alterações consiste em permitir que duas ou mais empresas se instalem no mesmo lote. Na configuração atual, muitos empreendimentos não preenchem a totalidade do terreno, o que resulta em espaços ociosos.

Com a presença de mais de uma pessoa jurídica no mesmo lugar, a intenção é criar condições mais favoráveis para a ocupação do patrimônio público e tornar menos burocrática a interação entre segmentos do mesmo ramo. Uma fabricante de roupas, por exemplo, poderá dividir a mesma gleba com a sua fornecedora de tecidos.

Dobro de prazo para quitar dívidas com o governo de Brasília

Das 3,7 mil empresas inscritas no Pró-DF, cerca de 3 mil têm dívidas com aAgência de Desenvolvimento do DF (Terracap). O passivo é de aproximadamente R$ 180 milhões. Ao receber incentivos econômicos do Executivo e ocupar um lote destinado ao Pró-DF, os empresários têm de pagar mensalmente à agência uma taxa de 0,5%, calculada sobre o valor da área ocupada.

A partir da publicação da nova portaria, o prazo para esse grupo de empresários quitar as dívidas dobra — de 36 para 72 vezes. O propósito com a ampliação é diminuir o valor das parcelas pagas pelo empresariado ao governo, o que fará sobrar mais recursos para investimento no negócio. A consequência é a elevação do número de empregos e a entrada de mais tributos nos cofres do Executivo.

Micro e pequenos empresários que perderam incentivos econômicos em função do acúmulo de dívidas com o governo vão ganhar condições menos rigorosas para quitá-las, a fim de retomar seus empreendimentos. Antes, eles teriam de pagar os passivos à vista. Quando não cumpriam o compromisso, ficavam sem as vantagens e eram acionados na Justiça.

Como os processos na Justiça normalmente se arrastam por anos, eles não conseguiam impulsionar o negócio, e o governo não recolhia impostos — imbróglio improdutivo para ambas as partes. Agora, além de refinanciar seus débitos em 72 vezes, os empresários poderão assinar um novo contrato de até 36 meses. Ao final desse período, terão ainda a opção de comprar o terreno em até 240 parcelas.

Reformulação do Pró-DF

 

Incentivo à contratação de trabalhadores de grupos vulneráveis

O novo Programa de Apoio ao Empreendimento Produtivo do Distrito Federalpromove o incentivo à contratação de mulheres vítimas de violência, menores aprendizes, pessoas com deficiência, idosos e inscritos em programas sociais dogoverno de Brasília.

Com a reformulação, dependendo da quantidade de funcionários desses grupos vulneráveis, o empregador poderá atingir as metas de criação de empregos doPró-DF com menos custos. Assim, será possível alcançá-las contratando nove trabalhadores — e não dez, por exemplo.

Também compareceram à assinatura da portaria o ministro do Turismo, Alberto Alves, o vice-governador de Brasília, Renato Santana, o administrador regional de Taguatinga, Ricardo Lustosa, deputados distritais e subsecretários do Executivo local, entre outras autoridades.

Fonte: Agência Brasília

Samambaia de Pantanal a cobras não sobra nada

samambaia r

A comunidade de Samambaia lamenta com profundo pesar o fato de se ter na Cidade um administrador indicado por um político com pouco acesso à população, como é o deputado distrital Júlio César (PRB). Uma das reclamações dos moradores é o fechamento do 11° Batalhão da Polícia Militar, que deve somar com Águas Claras e Taguatinga e deixar de existir na Cidade. Uma Cidade com quase 300 mil habitantes não pode ter um comando da PMDF ativo? O administrador não pode sugerir a permanência do 11 Batalhão? Falta de vontade é mato!

A Administração Regional não responde aos moradores e seus funcionários quase não atendem ao telefone, segundo fontes pioneiras da Cidade.

Outro fato vem acontecendo e assusta a comunidade local. No antigo Clube da ASEFE, que está sub judice, a festa rola solta nos finais de semana. Será que tem alvará para acontecer? Ninguém sabe.

O Blog da Cris tentou entrar em contato com a Administração Regional de Samambaia através da sua assessoria de comunicação, mas o telefone não atende. Enquanto isso os moradores assistem à desordem e à inoperância de uma Cidade que sempre teve grandes líderes e é acostumada com grandes conquistas, principalmente em época de campanha. O que não falta é voto para os políticos que caem como paraquedas na cidade.

 

Cris Oliveira

 

 

 

PM e Civil não bebem da mesma água

pmdf

A PMDF está sentindo a fúria da Polícia Civil do DF, que anda com os nervos à flor da pele. Um fato que comprova a desunião das duas categorias da Segurança Pública do DF foi que, após 5 horas aguardando o registro de um flagrante na delegacia, o policial militar teve negado por um agente da 29° DP, o pedido de um copo d’água. Ao saber do lamento do policial que estava com sede, o delegado de plantão relatou aos PMs que está instalado um clima de guerra entre PCDF e PMDF. E que a partir de agora os PMs não poderão mais entrar nas delegacias.  O caso foi parar no Subcomando do 28° BPM, que investigará após denúncia por escrito.

O DF vive a falência do serviço público em várias áreas. Se a própria polícia está em guerra, o que será da segurança dos reles mortais moradores dessa terra assolada pelos políticos? As duas categorias importantes para manter a Ordem, estão a vários mandatos sem ver a cor das promessas das campanhas eleitoreiras.

 

Cris Oliveira

HMIB Promove Mamaço no Pontão do Lago Sul

2016-05-25-PHOTO-00000023

O Banco de Leite Humano do HMIB, em parceria com a Administração Regional do Lago Sul, promoverá no dia 27 de agosto às 15h, um mamaço no Pontão do Lago Sul.

Todas as mães e demais interessados estão convidados. O evento tem como objetivo promover e estimular o aleitamento materno, fonte de nutrientes, de imunidade e de amor.

O bebê e a criança que amamentam adoecem menos e de forma mais branda, além de se recuperarem mais rápido das famosas viroses.

A mulher que amamenta se recupera mais rápido no pós-parto e estabelece um vínculo afetivo estreito com seu bebê, transmitindo amor e segurança.

A amamentação faz bem ao bebê, à mãe e ao Planeta. O evento faz parte da programação do Aniversário de 56° do Lago Sul e do Agosto dourado  mês que se comemora o incentivo á amamentação.

 

Ascom\ Administração Lago Sul

 

Universal: Vítor Paulo de volta ao cenário político evangélico

vitor paulo

Com o envolvimento do deputado distrital Júlio Cesar (PRB) no escândalo da propina das emendas parlamentares destinadas para a saúde, a Igreja Universal deverá tomar um novo rumo político.

Acostumada a eleger qualquer nome indicado pela corte do PRB, seja ele de Brasília ou não, a Igreja Universal se destaca no mundo evangélico por sua visão fechada de se fazer política e eleger seja lá quem for. Foi o que aconteceu com o deputado mais bem votado no Distrito Federal em 2014. Júlio César tem pouco menos de 7 anos de DF e já chegou nesta eleição como o mais bem votado e sendo líder do governo Rollemberg.

Com os escândalos, segundo fontes, a Igreja já sente saudade do seu candidato a deputado federal Vítor Paulo, que teve 71 mil votos e quase emplacou. Já era de se esperar o fim da carreira de Vítor Paulo no DF, porém com a crise que se alastra nas vertentes dos deputados da CLDF, os evangélicos envolvidos caem em descrédito com o povo de Deus, e o nome da Universal que estava certo para ocupar a vaga de candidato a deputado federal em 2018 provavelmente não será mais o do parlamentar Júlio Cesar. Vítor Paulo deverá voltar com força ao cenário político das igrejas evangélicas. As coisas na política não têm um rumo natural.

Cris Oliveira

 

Nota Oficial Casa da Benção

Doriel de Oliveira

Boletim 22/08/16 12h

Meus amigos e irmão em Cristo, o nosso Deus tem operado milagres. Nessa manhã os médicos começaram a suspender gradativamente a sedação, no apóstolo, pois os pulmões voltaram a reagir bem ao tratamento. Queremos salientar também que outro exame revelou que o coração do apóstolo está muito bem, graças a Deus. Mas a nossa oração continua, na Catedral da Bênção teremos de terça a sexta-feira das 8h às 9h reunião de oração, exclusivamente pela saúde do apóstolo Doriel e da missionária Ruth e sexta as 22h, vigília.

 

Pr. Adilson de Oliveira

Lago Sul comemora 56° aniversário:

aniversario lago sul

O administrador do Lago Sul Alessandro Paiva convida a todos para a comemoração de 56 anos do Lago Sul. Com uma programação diversificada e planejada com o apoio de colaboradores da Cidade, a festa terá 06 dias de programação, começando no dia 19 de agosto.

 

Todos poderão assistir ao grande espetáculo da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claúdio Santoro , que se apresentará no Pontão do Lago Sul. Haverá também exposição de carros antigos, torneio de skate, e a novidade será o 1° Desfile Cívico no dia 26 de agosto em parceria com as escolas públicas e particulares, que homenagearão a Cidade de uma forma descontraída.

 

O desfile dará início no Deck Sul e seguirá para o pátio da Administração Regional do Lago Sul, onde ocorrerá a Solenidade do Aniversário da Cidade com o corte do bolo, apresentação do Coral da Escola Das Nações e o hastear da Bandeira de Brasília, com a presença do Governador de Brasília Rodrigo Rollemberg (PSB) e do Administrador da Cidade Alessandro Paiva.

 

Como parte tradicional da festa, a Missa Visão Sonho de Dom Bosco será realizada na Ermida Dom Bosco.

 

A Administração Regional do Lago Sul está com uma programação para todos os estilos com esporte, lazer e cultura, e espera a participação dos moradores do Lago Sul durante a festa. Toda a programação conta com a parceria dos comerciantes da Cidade.

 

Confira a Programação do 56° Aniversário do Lago Sul:

13° Campeonato de Wake Surfe

Data: 19/08/2016

Local: Pontão do Lago Sul

Horário: 9h

 

Circuito BIKE Família- Passeio Ciclístico

Data: 21\08\2016

Local: Pontão do Lago Sul

Horário: 8:30h

 

Apresentação da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claúdio Santoro

(Presença do Governador de Brasília Rodrigo Rollemberg)

Data: 20/08/2016

Local: Pontão do Lago Sul (Balsa)

Horário: 18h

 

Desfile Cívico das Escolas Públicas e Particulares do Lago Sul\ Corte do bolo

(Presença do Governador Rodrigo Rollemberg)

Data: 26/08/2016

Local: Deck Sul (Concentração) até o Pátio da Administração

Horário: 9h

Exposição de carros antigos

 

Data: 27/08/2016 e 28\08

Local: Pontão do Lago Sul

Horário: 8h

 

XIII Copa de Long Board

Data: 27/08/2016 e 28\08

Local: Pontão do Lago Sul

Horário: 8h

 

WaterBall\ Blob Jump

Data: 27/08/2016

Local: Ermida Dom Bosco

Horário: 8h

Missa Sonho de DOM BOSCO

(Presença do Governador Rodrigo Rollemberg)

Data: 28/08/2016

Local: Ermida Dom Bosco

Horário: 8h

Fonte: Cris Oliveira

Administração Regional do Lago Sul – RA XVI

Assessoria de Comunicação

SHIS QI 11, Área Especial 1

 61 – 3366-8325

Reguffe mostra a cara ao povo e diz não a Dilma

Reguffe-plenario

Reguffe foi coerente em seu discurso sobre a aceitação do processo de impeachment de Dilma. “Meu voto é a favor do julgamento. Meu voto é a favor da finalização do processo do impeachment”, declarou, lembrando que o governo Dilma desrespeitou a Constituição ao gastar mais do que o permitido. “No Estado democrático de direito, o governante não tem uma carta em branco para fazer o que quiser”, disse o senador, enfático. E concluiu afirmando que “um governo não pode gastar mais do que arrecada. Isso para mim é princípio. Quando o governo gasta mais do que arrecada, quem paga a conta é o contribuinte, no aumento de impostos”.

 

Fonte: Notibras

Moradores de Samambaia irão as ruas da cidade pedir Segurança

SAMAMBAIA

Moradores de Samambaia organizará manifestação nesse Sábado, dia 13 de agosto, para cobrar mais segurança na cidade, nos últimos dias várias ocorrências de assaltos e mortes em Samambaia.

Segundo dados registrados pela nossa equipe a quadra da 303 de Samambaia tem tido mais ocorrências de roubo e mortes na cidade.

Pensando nisso, moradores manifestarão na cidade pedindo uma reposta rápida da nossa segurança.

A morte do jovem assassinado na quadra da 303, “Foi a gota da aguá” diz uma leitora do nosso portal de notícias,a população de Samambaia irão as ruas protestar contra essa violência urbana que está atingido a cidade.

 

Fonte: Samambaia em Pauta

 

IRV: Lançamento do Projeto Adote Uma Escola aconteceu no Centro de Convenções

adote uma escola

No evento Nova Geração que aconteceu neste fim de semana, no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, o Instituto Resgatando Valores fez o lançamento da nova fase do projeto Adote Uma Escola neste domingo dia 07, com a presença de um público de aproximadamente 4 mil jovens.

O projeto Adote Uma Escola começa com o apoio de empresários da cidade e de voluntários dispostos a incentivar o futuro de alunos das escolas públicas do DF por meio de reformas que vão desde pequenos reparos na infra-estrutura a doação de mobiliários e materiais pedagógicos, reforma de laboratórios, oferta de cursos profissionalizantes e ações que atendam às demandas solicitadas por alunos e professores, para que tenham condições de incentivar o crescimento da área da educação.

O voluntariado nas escolas é a semente que irá germinar para atender à sociedade com justiça e igualdade, buscando a realização de um futuro melhor para crianças e jovens que lutam para realizar seus sonhos, e hoje estudam em escolas de baixa qualidade de estrutura e ensino. O projeto visa alcançar deficiências setoriais ainda desconhecidas pelo governo por causa da burocracia existente na máquina pública.

O Administrador do Lago Sul e coordenador do projeto Alessandro Paiva explicou que esse trabalho existe há pelo menos 08 anos e reformou escolas como o Setor Leste na Asa Sul, por exemplo.

O Instituto Resgatando Valores está retomando o trabalho com a ajuda do voluntariado, SEM FINS POLÍTICOS, que pretendem doar, não apenas dinheiro, mas também força de seu trabalho, alcançando a concretização real da fé por meio das obras sociais. Esse é o verdadeiro significado do amor ao próximo. Vamos ser um grande exército acampado em tendas dentro das escolas, que serão nossa base de apoio, deixando para as próximas gerações a continuidade do que estamos fazendo hoje.

Para ser um voluntário da nobre obra do adote uma escola, é só acessar o site www.adoteumaescola.com.br  e fazer seu cadastro.

 

 

Cris Oliveira

 

Pacco, Administrador de Brasília, deve virar Secretário em breve

 

Pacco

Nas mudanças que serão feitas pelo Governo de Brasília, através do governador Rodrigo Rollemberg (PSB), o Administrador de Brasília Pacco deverá ocupar a cadeira de Secretário da Secretaria de Estado de Gestão e Habitação SEGETH. A mudança tem como objetivo melhorar as bases dos candidatos do PSB. Pacco é o primeiro suplente a deputado federal da coligação e deve ser um dos carros chefes da campanha de Rollemberg em 2018.

As conversas de bastidores já ditam os nomes que serão fortalecidos no executivo com o intuito de ocuparem vagas no poder legislativo futuramente. Mesmo com o governo não muito ajustado, a regra dita que o governador que ocupa a máquina para reeleição sai com 20% de chance, o que ajuda os apadrinhados de Rollemberg a sonharem com as cadeiras. Pastas como habitação, social, obras e transporte são um “UP GRADE” na vida de qualquer pré-candidato. Tem muitos sonhando alto.

 

 

Cris Oliveira

 

Roriz recebe amigos no seus 80 anos

LILIANE E RORIZ

Nesta quinta dia 04, na residência do ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz, aconteceu a festa de aniversário de 80 anos do melhor Governador que o DF já teve, segundo pesquisas. Pessoas agradecidas pelo trabalho realizado por Roriz não esquecem o Governador, e todo ano no mesmo lugar e na mesma data os portões da casa de dona Weslian Roriz ficam abertos para celebrar a vida de Roriz com aqueles que fizeram parte da sua feliz história política.

 

As emoções são sempre surpreendentes. O povo quer fazer fotos, se lembram das músicas que marcaram as campanhas políticas e Roriz chora emocionado ao lado dos que não esquecem seu legado político tão presente no dia a dia do brasiliense, que pega o metrô, passa pelos viadutos, pontes e ainda sente saudade dos programas sociais que um dia existiram nesta cidade.

 

Para a Deputada Liliane Roriz, a Clã, a casa cheia é normal. “Meu Pai e minha mãe sempre receberam as pessoas aqui em casa. Muito deles tem em Roriz um pai. Em algum momento ele deixou boas marcas na vida das pessoas”, disse Liliane. Muitas figuras carimbadas das saudosas políticas de Roriz estavam presentes.

 

Dá para perceber a felicidade de Roriz no meio do povo, e sua sensação de alma leve e dever cumprido. É honrado por ter servido ao povo e ter feito da política um instrumento de bem ao próximo. Quando teremos um político preocupado com os menos favorecidos como Roriz?

 

Para os que acham que o RORIZISMO acabou, se enganam. O Rorizismo é a emoção da saudável política. É a continuidade do amor em servir e ser útil em todas as ações. O Brasil passa por um momento de falta de credibilidade política. Momentos como este, de celebração do aniversário de um político, talvez não teremos mais. Imagine você que o povo sabe o dia do aniversário do líder, sabe que vai chegar e encontrar os portões da casa abertos a todos. É um sentimento único de gratidão. Roriz conseguiu cumprir a promessa de Abraão e virou pai de uma multidão.

 

 

Cris Oliveira

 

Liliane Roriz indica Adélia Frejat no Recanto das Emas

Adelia FREJAT

O Recanto das Emas terá novo administrador em breve. Tudo indica que a ex-candidata a deputada distrital, Adélia Frejat, que hoje é chefe de gabinete na Administração do Recanto das Emas, deve ser nomeada como administradora. O acordo foi fechado com o Governador Rollemberg (PSB) e Liliane Roriz (PTB), a madrinha política da Cidade.

Adélia Frejat tem uma vida pública conhecida na Secretaria de Saúde, onde é servidora de carreira. Como sobrinha de Jofran Frejat, Adélia assumiu várias funções na SES-DF na época do governo Roriz, e deixou sua marca. Algumas delas foi a criação da Ouvidoria Geral da Saúde e dos conselhos comunitários.

Adélia é acostumada a lidar com a comunidade. Esperamos que sua gestão à frente da cidade do Recanto das Emas seja bem recebida pelos moradores.

 

Cris Oliveira

 

Senador Hélio José: o Pokémon Melancia

HELIO

Viralizou a questão de pegar o pokémon. Para não deixar o jogo fora da política, no mesmo dia, o Senador Hélio José (PMDB) nos paga mais um mico. Foi pego em um áudio falando que nomeia até uma melancia nos cargos “dele”. Ou seja, “eu mando em tudo”, disse o Senador do PMDB, que teve a sorte de assumir o cargo do Rollemberg no Senado. Será que Hélio José pode ser chamado de Pokémon Melancia? Uma coisa é certa, só brincando com tanta astúcia parlamentar. Um voto no senado vale muito heim!

 

 

Cris Oliveira